PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM
GOVERNO DO ESTADO

Ministro Edson Fachin decreta prisão de Joesley e Saud

Os pedidos de prisão foram feitos pelo Procurador-Geralda República. Os dois devem se entregar hoje ou nesta segunda-feira

Por Redação
10/09/2017, às 12:09 - Atualizado em 12/09/2017, às 19:09

Depois da repercussão causada em todo o Brasil pela divulgação de áudios com conversas entre o dono da JBS, Joesley Batista e o executivo da empresa, Ricardo Saud, o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal, acatou o pedido de prisão dos dois delatores mas negou a do ex-procurado da república, Marcello Miller.

Após tomarem conhecimento da decretação da prisão temporária, que será de cinco dias mas pode ser transformada em preventiva, os advogados de Joesley e Saud comprometeram-se em entregar seus clientes para evitar que eles sejam presos em casa e evitar as cenas já conhecidas de todo o país de carros da Polícia Federal chegando, no início da manhã, na casa de presos da Operação Lava Jato.

Joesley Batista e Ricardo Saud

Os pedidos de prisão foram feitos por Rodriga Janot, Procurador-Geralda República. A expectativa os dois se entreguem hoje ou nesta segunda-feira (11/09).

nossas redes sociais