PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM
GOVERNO DO ESTADO

Freitas Neto analisa cenário político para 2018 no Piauí

O ex-governador falou da possibilidade de ser candidato a governador e de como devem ficar situação e oposição no próximo ano

Por Tarcio Cruz
08/10/2017, às 22:10

O ex-governador do Piauí, Freitas Neto, falou ao Portal Douglas Cordeiro e analisou a conjuntura política para o próximo ano. Além de deixar em aberto sua candidatura e afirmar que pode deixar o PSDB, como informou a coluna do jornalista Pedro Alcântara, o político também revelou que não vê a base governista mantida até outubro do próximo ano. Ele também analisou a possibilidade de Lula não ser candidato e deixou claro que o PSDB não se coligará em nenhum Estado com o PT. Algumas correntes dentro dos partidos consideram a possibilidade de tucanos e petistas marcharem juntos no próximo ano com Wellington Dias e Firmino Filho.

“Há uma disputa natural no Estado. Evidentemente não tem eleição fácil para governador aqui no Piauí. Geralmente é muito difícil e esta será também igual as outras. Quem vai ficar com quem é muito cedo. Nós sabemos que o governador Wellington Dias é candidato, porque é governador, tem o direito de se candidatar à reeleição e já anunciou que será candidato. No outro lado, vão aparecer aí dois ou três candidatos sendo que eles devem ter uma forte coligação ao seu lado”, concluiu.

Ex-governador Freitas Neto

Freitas também comentou a situação partidária da base governista falando sobre o PTB e a influência do ex-presidente Lula no cenário político. 

“Eu acho que a tendência do PTB é ir para a oposição. Acredito que a tendência seja esta e eu acho difícil ficar com o governo. Observamos também outros partidos, até mesmo aqueles que parecem que já estão certos com o governo e tenho impressão que muita coisa vai mudar. A candidatura do Lula no Nordeste ajudará muito o PT. Mesmo que não se eleja será um candidato forte no Nordeste. Se ele não puder ser candidato o prejuízo para o Partido dos Trabalhadores será muito grande. Isso influenciará diretamente estes partidos que estão hoje com o governo”, finalizou Freitas Neto.  

nossas redes sociais