PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

Presidente Michel Temer: gostem ou não dele!

Pela primeira vez na história, a Câmara dos Deputados decidirá se o Presidente será ou não processado por crime de corrupção passiva

Por Genésio Júnior
30/07/2017, às 20:07

Estamos à beira do agosto e, nesta semana, poderemos ter pela primeira vez na história da política brasileira um Presidente da República tendo que encarar um pedido de licença apresentado pelo Ministério Público Federal para que seja processado por crime no Supremo Tribunal Federal. Este pedido será avaliado pelo Plenário da Câmara dos Deputados que, constitucionalmente, tem prerrogativa para tal.

Este pedido será contra o Presidente Michel Temer que foi, no passado, tanto na década passada como na anterior – seja nos anos do PSDB ou nos anos do PT – Presidente da Câmara dos Deputados. Este senhor além de ter sido deputado é bom que se ressalte alguns de seus atributos: ele chegou ao Congresso Nacional (Câmara dos Deputados) na condição de suplente, acabou entrando na história como Constituinte. Foi eleito seguidamente como deputado federal por São Paulo até a legislatura que terminou em 2011, mas em 2010 foi escolhido pelo PMDB com aval do ex-presidente Lula, para ser Vice Presidente da República na chapa com Dilma Rousseff.

Temer sempre foi eleito deputado com pouco votos. Ele tem o carisma de um pé de alface mas comandou o PMDB, o maior partido do País e o maior partido parlamentar do Brasil – desde o início do terceiro milênio. De 2001 para cá, teve que administrar com mãos de pêndulo um grupo de líderes regionais muito mais poderosos que ele. Ex-governadores, senadores, e ex-candidato à Presidência da República. Temer um sem votos que equilibrou o partido entre suas muitas tendências. Temer virou Vice-Presidente da República contra a vontade de muitos em seu partido. Temer um sem votos que está na Presidência da República que tem uma bela mulher, bem mais jovem e que ainda lhe é fiel!

Michel Temer tem carisma de um pé de alface mas é duro na queda

Parece brincadeira, mas é isso mesmo. Esse paulista de Itu, que parece um anímico, um aparente intelectual jurídico(é isso mesmo, o homem é professor dos bons!), é um encantador de serpentes. A classe política nordestina, a mais influente no Congresso, já foi dito por aqui, tem a ele para chamar de Presidente da República.  Avaliando friamente e sem a bílis do fígado, caros leitores e leitoras. Uma personagem como essa vai ser afastado do mandato de chefe de Governo e de Estado por decisão congressual?  Um chefe de Governo e de Estado que mesmo tendo a popularidade do Belzebú e que não enfrenta nas ruas um movimento para defenestrá-lo do cargo vai ser afastado por decisão da Câmara dos Deputados?

Em verdade, existe um forte e importante grupo que deseja Temer fora do cargo. Isto hoje é evidente. Tem gente na extrema-esquerda que não esconde que até Lula e o PT fazem vistas grossas contra Temer, até para se aproveitar de sua impopularidade e chegarem melhor eleitoralmente em 2018. 

O cidadão comum que deseja que a vida do país volte ao patamar de 2011, que busca formas de encarar as dificuldades que pareciam intransponíveis e que está anestesiado com as revelações nauseabundas que parecem não ter fim, fique certo que este governo que está aí, que não é grande coisa, cheio de acusados de corrupção mas que nesse ano e pouco fez mudanças importantes no país – tem razões cada vez mais consistentes para crer que este Governo vai ficar aí até 2018.

Gostemos ou não dele!

nossas redes sociais