Um pouco da minha trajetória profissional

Por uma questão de honestidade intelectual e para que o leitor saiba as origens de minha inspiração, tratarei nesse primeiro texto desse assunto

Por Dalton Macambira
14/06/2017, às 21:45 - Atualizado em 03/07/2017, às 00:51

Agradeço ao jornalista Douglas Cordeiro o convite para integrar o time de articulistas de seu blog. Pretendo escrever aqui sobre assuntos diversos, principalmente acerca de temas que tenham relação com a minha formação profissional e a experiência como gestor público. Por uma questão de honestidade intelectual e para que o leitor saiba as origens de minha inspiração, tratarei nesse primeiro texto exatamente sobre esse assunto.

Após concluir o Curso de Licenciatura em História (1988), na UFPI, ingressei como professor efetivo, na mesma universidade, por concurso público de provas e títulos, tendo sido admitido (1991) e lotado no Departamento de Geografia e História. Anteriormente fui professor do ensino médio (1985-1991), na rede pública e particular, e por sete meses exerci o cargo de professor substituto (1989-1990), na já citada instituição de ensino superior.

Sempre buscando a qualificação profissional, realizei durante as férias (1991-1993) um Curso de Especialização em História Moderna e Contemporânea, na Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais – PUC.

Sendo um militante de esquerda, filiado ao Partido Comunista do Brasil – PC do B, participei ativamente do movimento sindical, como diretor do Sindicato dos Professores da rede privada - SINPRO-PI (1987-1990) e tendo sido vice-presidente da Associação dos Docentes da Universidade Federal do Piauí - ADUFPI (1994-1995), e vice-presidente e presidente do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior – ANDES (1998-2000).

Novamente pensando na qualificação profissional, ingressei no mestrado em Ciência Política na Universidade Estadual de Campinas/SP - UNICAMP (1997), tendo defendido a dissertação e obtido o título de mestre (2002), sob a orientação do professor doutor Décio Saes. Durante esse período fui honrado com o convite para ser chefe de gabinete do vice-governador Osmar Júnior (2000-2001).

Na UFPI (1991-2002) fui subcoordenador do Curso de História (1993-1994) e ministrei as seguintes disciplinas: História Antiga, Geo-História, História do Piauí, História Social e Política Geral, História das Ideias Políticas e Sociais, História Moderna e História Contemporânea. Essas disciplinas eram ofertadas para os estudantes dos cursos de História, Ciências Sociais e Comunicação Social.

Professor Dalton Macambira

Após esse período, me afastei da universidade para assumir o cargo de secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Piauí (2003), atendendo a indicação de meu partido, O PC do B, e o honroso convite do governador Wellington Dias. Em função do trabalho realizado na gestão ambiental do Piauí, atravessei três governos, permanecendo na função por onze anos (2003-2014). Solicitei exoneração do cargo no final de março de 2014, uma sexta-feira. Apresentei-me à UFPI na segunda-feira e comecei a ministrar aulas novamente, no dia seguinte.

Mesmo afastado da universidade, para o exercício da função pública (2003-2014), procurei me qualificar, tendo sido aprovado na seleção para o curso de doutorado Interinstitucional em História (DINTER), no Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal Fluminense – UFF (2006). Foi uma seleção muito dura, pois dos quarenta (40) inscritos, apenas quinze (15) foram aprovados ao final.

Cursei e fui aprovado em todas as disciplinas do doutorado, acima mencionado. No entanto, o exercício da função pública se revelou cruel quando foi necessário ter paciência, serenidade e, sobretudo, tempo para analisar o material pesquisado e escrever a tese. Um fato ainda viria a agravar a situação: a doença e o posterior falecimento do meu orientador, professor doutor Théo Lombarinhas Piñeiro. Dessa forma, não foi possível defender a tese.

No retorno à UFPI (2014), ministrei as disciplinas Formação Histórica do Mundo Contemporâneo, Formação Sócio-Histórica do Brasil, História do Brasil Contemporâneo, História e Meio Ambiente, História Econômica Geral, e História Contemporânea, que são ofertadas para os estudantes dos cursos de Ciências Sociais, Serviço Social, Ciência Política e História. Em outubro de 2014, assumi a Coordenação do Curso de História, cujo mandato se encerrou em outubro de 2016, sendo reeleito para a função (2016-2018).

Após o meu retorno à universidade, tive contato com o referencial teórico da história ambiental, pois assumi a disciplina História e Meio Ambiente. Por esta razão, decidi elaborar um projeto de doutorado sobre o processo de desertificação em Gilbués – PI. Região que conheço muito bem e onde instalei, quando fui gestor da SEMAR, o Núcleo de Pesquisa para Recuperação de Áreas Degradadas – NUPERADE. Submeti o projeto aos programas de doutorado em História da Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG e em Desenvolvimento e Meio Ambiente - Prodema/UFPI, sendo aprovado em ambos. Mas, decidi ficar no Piauí.

Aproveito a oportunidade para divulgar, abaixo, alguns de meus trabalhos publicados, que serão a principal fonte dos nossos próximos diálogos. Até breve.

MACAMBIRA, D. M. A História Ambiental e o processo de desertificação em Gilbués (PI). Informe Econômico: Ano XIX, n. 36. Teresina, EDUFPI, 2016, p. 44-50.

MACAMBIRA, D. M. Prefácio. Ambiente, Sociedade e Desenvolvimento no Trópico Ecotonal do Nordeste. Teresina: EDUFPI, 2012.

MACAMBIRA, D. M. Diagnóstico da gestão ambiental e de recursos hídricos no Piauí (2003-2010). In: Políticas públicas para um novo projeto nacional de desenvolvimento. São Paulo: Anita Garibaldi; Fundação Maurício Grabois, 2011, p. 175-186.

MACAMBIRA, D. M. Apresentação. Combate à desertificação no Piauí. Teresina: Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Piauí, 2010.

MACAMBIRA, D. M. Prefácio. Combate à desertificação no Piauí. Teresina: Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Piauí, 2010.

MACAMBIRA, D. M. O semiárido nordestino: estratégias para o desenvolvimento sustentável. Princípios: n. 83, São Paulo, 2006, p. 33-38.

MACAMBIRA, D. M. Reestruturação produtiva na indústria do Piauí: o caso da Indústria de Confecções Guadalajara. Campinas (SP): Editora da UNICAMP, 2002. (Dissertação de Mestrado).

MACAMBIRA, D. M. Piauí: uma visão sumária da economia e da sociedade. Carta Cepro: n. 18, Teresina, 2000, p. 39-65.

MACAMBIRA, D. M. Neoliberalismo e Reestruturação Produtiva. Universidade e Sociedade: n. 17, Brasília, 1998, p. 11-20.

O autor é professor do Departamento de História da Universidade Federal do Piauí – UFPI ([email protected]). CV:http://lattes.cnpq.br/1103145216766050

nossas redes sociais