PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

Papai Noel vai ser farto com os poderosos!

Vamos de Natal dos poderosos! O presidente Jair Bolsonaro vai enfrentar o seu primeiro 25 de dezembro como chefe de Governo e Estado do Brasil

Por Genésio Júnior
23/12/2019, às 15:00 - Atualizado em 24/12/2019, às 09:28

Chegou a semana do Natal. O natalício de Jesus Cristo marca o mundo ocidental e seria a confirmação fática do nascimento do cristianismo, apesar de muita gente avaliar que a coisa começa mesmo é com a confirmação que gera toda a metafísica com morte do Cristo na cruz, lá na Semana Santa. Pois bem, e como vai ser o seu Natal? E o Natal dos poderosos?

Se as previsões do  chamado mercado se confirmarem o país vai crescer muito parecido com 2018, mas no finalzinho do ano vimos um avanço do emprego que não seu viu em 2018. Temos números melhores, é verdade. Quem conseguiu ou manteve emprego já tem o que comemorar. Os ricos ficaram mais ricos. Bom para eles, mas infelizmente não é só no Brasil, no mundo inteiro está havendo uma onda de concentração de renda.

Vamos de Natal dos poderosos! O presidente Jair Bolsonaro vai enfrentar o seu primeiro 25 de dezembro como chefe de Governo e Estado do Brasil, uma das 20 maiores economia do Planeta. Em 2018, ele passou a data como presidente eleito, agora a história é outra. Começamos o ano com uma expectativa de crescimento de 2,5%. Ficamos longe disso. Bolsonaro até que era para estar comemorando e adorando o dingobéu, mas apareceram algumas pedras no caminho do seu trenó!

O Presidente foi muito infeliz, não precisava, ser tão tosco e descabido na conversa com os jornalistas na última sexta-feira,19. Não combina com um Presidente, seja ele de onde for, até do mais humilde dos países deste Planeta de Meu Deus! Depois veio a divulgação da pesquisa CNI-Ibope. Os empresários da indústria tentaram de tudo para mostrar que os números não eram ruins, mas eram. Bolsonaro tem uma aprovação de 29% de seu governo, uma rejeição de 38% e a segurança pública sendo aprovada com 50%, muito próximo dos números de aprovação de Sérgio Moro. É chato ter menos popularidade que um empregado seu!

O Presidente do Supremo Tribunal Federal, Antonio Dias Toffoli, ao longo do ano demonstrou que poderia ser alguém que ficou maior com o cargo. Tem gente assim. É pequenininho, mas toma gosto e vira gente grande. Toffoli começou o ano defendendo uma pauta programada, coisa que nunca se viu no Supremo, que se parece com mexer numa caixa de bombons, nunca se sabe o que se vai pegar de lá. De uma hora para outra colocou a direita e esquerda no bolso, recebeu xingamentos da rua, como só se via na época de Dilma Rousseff. Chegou a ser publicamente questionado por colegas. No final, ele tem muitos pacotes reluzentes para desembrulhar.

E os presidentes do Legislativo!? O senador Davi Alcolumbre, presidente do Senado e do Congresso Nacional, vive o seu primeiro Natal no posto. O mais novo presidente da história do legislativo brasileiro. Construiu pontes, como ele disse, mais que muitos, porém  as dinamitou  com boa parte do grupo que o elegeu contra o então poderoso senador Renan Calheiros. Conseguiu terminar o ano à frente de acordos que podem montar um novo arranjo federativo, coisa que gente mais experiente que ele não conseguiu. Não resta dúvida que terá pacotes legais para abrir no 25 de dezembro.

E o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, heim?! Goste-se ou não dele, é um que termina o ano de 2019 maior do que entrou. É verdade que o Legislativo, que tem a cara dele neste ano, perdeu popularidade na última pesquisa Datafolha, não vamos brigar com números -, se sabe que Maia nunca foi lá muito bom de voto popular, mas que ele vai ter muitos e muitos pacotes reluzentes para abrir de sua árvore de Natal, lá ele terá!

De muitos poderosos poderia tratar aqui. Dizem que o poder real é o que está pertinho de você, pertinho de nós. Por falar nisso, como será o seu futuro Natal, pois no ano que vem teremos a eleição municipal, que mexe com o seu poderoso local!? O poderoso da esquina.

Não adianta imaginar que o Natal dos poderosos é melhor que o seu. O poder já se disse que é o maior dos afrodisíacos, mas é certo que não é passaporte para a felicidade. Feliz Natal a todos!

Papai Noel vai ser farto com os poderosos?! / Foto: VEJA

nossas redes sociais