A prisão em 2ª é instância é importante não resolve a falta de segurança no Brasil

Douglas Cordeiro - Comentário