Piauí já tem 12 pré-candidatos ao Senado Federal

Para observadores da cena política, a enxurrada de candidatos deve-se, a dois motivos: duas vagas e o descrédito da classe política atual

Por Pedro Alcântara
01/10/2017, às 23:11

Faltando 1 ano para a eleição de 2018, o Piauí contabiliza ao menos 12 pré-candidatos a senador. Dois tentam a reeleição, os outros, são pessoas que já tiveram ou ainda estão no mandato, seja de deputado ou vereador e há ainda, os que disputam pela primeira vez. São eles: Ciro Nogueira (PP), Regina Sousa (PT), Júlio César Lima (PSD), Wilson Martins (PSB), João Vicente Claudino (PTB), Norberto Campelo e Sigifroi Moreno (PODEMOS), Valter Rebelo (PSC), Robert Rios e Flávio Nogueira (PDT), Major Paulo Roberto (SOLIDARIEDADE) e  Luiz André (PSL). Não estão nessa lista os  futuros candidatos dos pequenos partidos que tradicionalmente disputam as eleições porque eles ainda não se manifestaram.

Piauí já tem 12 candidatos ao Senado Federal

DUAS VAGAS

No próximo ano serão eleitos dois senadores. As duas vagas hoje estão ocupadas por Ciro Nogueira e Regina Sousa. Para observadores da cena política, a enxurrada de candidatos deve-se, a dois motivos: duas vagas e o descrédito da classe política atual.

QUEM É QUEM

Ciro Nogueira é senador, presidente nacional do PP e aliado do governador. O único até aqui com apoio declarado do governador. Ciro tenta a reeleição e diz ter apoio nos 224 municípios do Estado.

Senador Ciro Nogueira

REGINA SOUSA

Era a 1ª suplente de Wellington Dias que se elegeu governador em 2014. Sua candidatura pertence a ela e ao seu partido, o PT, cujo presidente, deputado Assis Carvalho, é um dos principais defensores. Mas, até o momento, o governador não sinalizou que vai apoia-la.

JÚLIO CÉSAR

Deputado Federal, está no 5º mandato. Presidente do PSD do Piauí. É um deputado municipalista com penetração em todos os municípios por ser um parlamentar que injeta dinheiro federal nas contas das prefeituras. Já foi derrotado para senador em 1998 (PFL).

Deputado Federal Júlio César

WILSON MARTINS

Era vice-governador de Wellington Dias quando assumiu o governo em 2010. Rompeu com ele em 2014, ano em que renunciou para se candidatar ao senado, tendo sido surpreendido com uma derrota imposta pelo ex-prefeito de Teresina, Elmano Ferrer, na época PTB, hoje PMDB.

JOÃO VICENTE CLAUDINO

Senador de 2007 a 2014. Em oito anos de mandato nunca respondeu sequer uma sindicância. Aliado do governador Wellington Dias, foi por este abandonado em 2010, quando tentou o governo do Estado, tendo sido derrotado por Wilson Martins. JVC está de volta ao PTB.

NORBERTO E SIGIFROI

Os dois são advogados e já presidiram a OAB-PI. Se apresentam como a novidade para a próxima eleição. Dizem não aceitar filiação em partidos tradicionais. No momento sinalizam ficar no PODEMOS. Nunca disputaram cargo eletivo na política partidária.

VALTER REBELO

Advogado, foi Juiz Jurista em dois mandatos no TRE-PI pelo 5º constitucional indicado pela OAB. Tem um irmão deputado estadual, Henrique Rebelo, que está saindo do PT para o PTC. Valter também se apresenta como o novo na política local pelo PSC.

ROBERT RIOS

Robert Rios é deputado estadual no 4º mandato. Foi secretario de Segurança por sete anos. Lidera a oposição na Assembleia e por ela quer ser candidato. Mas seu partido, PDT, é governo e tem secretaria, Meio Ambiente. Rios pode deixar a sigla, mas não sabe para onde vai.

FLÁVIO NOGUEIRA PAI

Foi deputado estadual, federal, secretario de Estado e derrotado para vice-governador em 2010. Preside o PDT do Piauí. Tem o filho Flávio Jr. deputado estadual. Quer ser candidato na chapa do governador. Mas analistas dizem que ele quer mesmo é uma vaga de suplente.

MAJOR PAULO ROBERTO

Oficial reformado da PM-PI. Vereador de Teresina no 4º mandato consecutivo e bem votado. Preside o SOLIDARIEDADE da capital. Também se apresenta como o novo para o Senado. Está movendo céus e terras para que o deputado Dr. Pessoa aceite ser o candidato da sigla ao governo.

LUIZ ANDRÉ

Vereador de Teresina no 2º mandato. É o vice-presidente da Câmara Municipal. Era do PPS e migrou para o PSL. Diz que será o candidato de todos, mas principalmente dos jovens.

SOB NOVA DIREÇÃO

O Conselho Estadual da OAB-PI anulou a eleição da sub-seção de Floriano e empossou na presidência o advogado Astrobaldo Ferreira Costa. Dr. Astrobaldo foi derrotado por 1 voto. Um dos votantes não poderia votar em Floriano. Seu registro é de Teresina. Daí a anulação

NOVA ESTRATÉGIA

O ex-ministro João Henrique  Souza, vice-presidente do MDB que defende candidatura própria do partido em 2018 para o governo do Piauí, mudou sua estratégia nas andanças pelo interior. Agora ele está se reunindo com os Delegados do partido.

NOTAS & NÓTULAS

- É grave a denuncia de que Pró-reitores da UESPI receberam vantagens indevidas do PARFOR.

- No Paraná isso deu prisão até do reitor.

- O golpista Michel Temer mandou mais R$ 1 milhão para o governo do PT do Piauí via ministério da Saúde para combate a Dengue.

nossas redes sociais