PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

Sem Renan, Ciro vira nome forte para o comando do Senado

Caso seja eleito, o parlamentar pode repetir o feito de piauienses históricos e assumir o comando de uma das casas legislativas federais

Por Tarcio Cruz
22/10/2018, às 15:10 - Atualizado em 22/10/2018, às 10:10

Do Brasil Império aos dias atuais, de Barão de Monte Santo a Petrônio Portela, Ciro Nogueira poderá fazer história e se tornar o terceiro piauiense a presidir o senado. Após o anúncio do senador Renan Calheiros (MDB-AL), que não concorrerá pela terceira vez a presidência da casa, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) pode repetir o feito de piauienses históricos e assumir o comando de uma das casas legislativas federais.

Sem Renan na disputa, Ciro se torna o principal nome para disputar a cadeira, caso eleito ele será o terceiro parlamentar do Piauí a assumir o posto. Além de Ciro, já declararam interesse na vaga o filho de Bolsonaro, Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), Luciano Bivar (PSL-PE), Simone Tebet (MDB-MS), Cid Gomes (PDT-CE).

Desde o Brasil Império a província do Piauí já elegeu dois nomes para a presidência do senado, de 1847 a 1850 Luís José de Oliveira Mendes, o Barão de Monte Santo, presidiu a casa por indicação do Piauí. Outro piauienses que também presidiu o senado foi Petrônio Portella, que esteve a frente do senado por dois períodos, de 1971 a 1973 e de 1977 a 1979.

Senador Ciro Nogueira

nossas redes sociais