PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

O jogo de xadrez do PROGRESSISTAS rumo ao Governo do Piauí

Mas calma, primeiro tem eleição municipal e o resultado do pelito é crucial para os panos de qualquer política que queira comandar o Estado

Por EDITORIA DE POLÍTICA
24/09/2019, às 09:00

A filiação do deputado Federal Átila Lira ao PROGRESSISTAS vai muito além do que a chegada de mais um nome ao partido. É mais uma etapa da estratégia do senador Ciro Nogueira de fortalecimento da sigla para eleições de 2022.

Em uma bancada de dez parlamentares, três já são PROGRESSISTAS e o quarto, o deputado Federal Flávio Nogueira está a um passo de trilhar o mesmo caminho com o filho, o deputado Estadual Flávio Nogueira Júnior. Neste caso, o partido teria quase a metade dos deputados federais.

Mas antes, tem 2020. A meta é ousada. Eleger cerca de 100 prefeitos. Para isso, Ciro já anunciou uma licença, sem remuneração, do Senado Federal para fazer campanha em todo o Piauí. No caso de Teresina, aliado do prefeito Firmino Filho, busca um nome para tentar manter a hegemonia tucana no Palácio da Cidade indicando o candidato a vice-prefeito.

Reeleito senador com o maior número de votos, aumentando o partido a cada dia com mais refeitos, vereadores, vice-prefeitos e agora mais próximo do presidente Jair Bolsonaro, o presidente nacional do PROGRESSISTAS já declarou o desejo de ter o governador Wellington Dias como candidato a Senador na sua chapa. Este seria o cenário ideal para uma disputa rumo ao Palácio de Karnak.

Só que está claro também que mesmo sem o apoio do governador o projeto está em andamento e o PROGRESSISTAS não abre mão de disputar o governo do Estado. Mas calma, primeiro tem eleição municipal e o resultado do pelito é crucial para os panos de qualquer política que queira comandar o Piauí.

Senador Ciro Nogueira


CAMINHO DE VOLTA?

Aliados de primeira hora, mas a amizade azedou depois de troca de farpas entre o Prefeito de Regeneração e o Presidente Regional do PL, deputado Fábio Xavier. Não vamos nem mencionar os xingamentos para não atrapalhar o perdão que o Dr. Hermes Júnior acenou ao parlamentar. Agora, resta saber se dará tempo fumar o cachimbo da paz antes da eleição, onde o prefeito concorre à reeleição e é paquerado por diversas siglas, como PROGRESSISTAS e o PTB.

ERRAR É ELMANO

A primeira pressão foi do próprio partido. Elmano Férrer foi com o PODEMOS e assinou o pedido de abertura da CPI da Lava-Toga. Resistiu apenas uma semana. Acocharam o Véim do outro lado e o vice-líder do Governo Bolsonaro no Senado puxou o freio, retirando o nome. A terceira pressão agora é do presidente do Podemos, senador Álvaro Dias, fulo com a atitude do colega piauiense. Resta saber se Elmano ainda aguenta pressão no próprio partido ou se muda para o DEMOCRATAS, de onde já tem convite.

UMA CONTRA TODOS

A bancada de oposição reclamou que não foi avisada sobre a ida do secretário de Fazenda, à Assembleia Legislativa. Rafael Fonteles foi falar sobre os empréstimos que vão ser feitos pelo governo do Estado. Marden Menezes e Gustavo Neiva não estavam mas quem acompanhou a sessão garantiu que Teresa Britto valeu pelos três.

TÁBUA DE SALVAÇÃO

O deputado Federal Júlio César garantiu que até o próximo dia 30 de dezembro, estados e municípios vão receber recursos da cessão onerosa. O município piauiense que vai receber menos, embolsará R$ 750.000,00. Não resolve tudo mas dá para respirar mais aliviado.

SESSÃO PROMETE

Nesta terça-feira (24/09) a base do governo vai tentar aprovar os empréstimos em uma sessão conjunta e logo em seguida levar para votação em plenário. Apesar da ampla maioria, os deputados governistas não terão vida fácil. A oposição promete usar todas armas possíveis para dificultar a vida dos governistas.

FOTO DO DIA

Deputado Átila Lira na filiação ao PROGRESSISTAS

nossas redes sociais