PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

O que você pensa desta eleição? O que querem que você pense?

O Brasil, o Piauí, a cidade em que vivemos, serão administrados por seres humanos, com suas virtudes e seus defeitos

Por EDITORIA DE POLÍTICA
29/01/2018, às 11:01 - Atualizado em 29/01/2018, às 19:01

Toda eleição tem as suas particularidades. Essa, não é diferente. A palavra “corrupção” nunca esteve tão presente na vida das pessoas. São quase quatro anos de Operação Lava Jato e uma cobertura da mídia jamais vista na história recente do Brasil. Aliás, o aspecto midiático tem sido uma ferramenta bastante utilizada para que cheguem a todos os lares brasileiros, os casos descobertos, investigados e julgados por juízes e procuradores que atuam nesta investigação. A discussão de mérito não é o objetivo aqui. Existem pontos positivos e negativos que renderiam várias e várias reflexões.

O resultado de tudo isso, pelo menos é o que as pesquisas apontam e o que se ouve no trabalho, no supermercado e em qualquer lugar que se ande, é uma exigência cada vez maior por parte do eleitor em relação a reputação dos candidatos. O que se vê de fato, em termos de exigência, é a honestidade de quem pretende ocupar um cargo público. Essa tem sido a principal herança desse trabalho de passar o Brasil a limpo.

Mas será que só isso é suficiente para mudarmos o perfil da classe política brasileira? Ainda é muito tímida a discussão de propostas, a contestação do que está posto, a apresentação de novos caminhos.

O que você pensa desta eleição? O que querem que você pense?

Não esqueça que já usamos neste texto a palavra reputação. O que precismos entender é que, em muitos casos, o novo pode ser apenas a aparência, mas, na verdade, a essência, é a mesma de sempre. Velhas práticas, métodos antigos, que no embalo do que está na moda, encontram uma forma de ressurgir tentando fazer com que todos sigam o famoso “efeito manada”, onde todo mundo é induzido a reagir de forma idêntica e seguir na mesma direção.

Cada um de nós sempre teve e sempre terá um papel importante não só nas eleições, mas no cotidiano. Cidadania não se faz apenas com o voto, mas principalmente com fiscalização, cobrança, denúncia. Uma outra lição que já aprendemos, é que não existem salvadores da pátria. O Brasil, o Piauí, a cidade em que vivemos, serão administrados por seres humanos, com suas virtudes e seus defeitos.

Mais importante do que entrarmos nesta guerra inútil dos certos contra os errados, é sabermos usar nossa capacidade de diferenciar o que é bom do que é ruim. Escolher o que poderá dá resultados do que não passa de um produto de marketing, uma falsa promessa. Essa análise vale para todos aqueles que pretendem entrar na política como aqueles que desejam continuar na vida pública.

DA SÉRIE: “PREVISÕES PARA O FUTURO”

Um aspecto interessante deste pleito, é a sequência de apostas, até agora, sem sucesso, em fatos que desestabilizassem o mandato de Wellington Dias.

PARTE 1

Primeiro, surgiram diversas denúncias de esquemas de corrupção. Em várias secretarias, existiriam acordos que rendiam propinas para agentes públicos e empresários. Nada comprovado até agora.

PARTE 2

Em seguida, veio o famoso racha da base aliada. Um fato dado como certo mas que se mostrou, até agora, nada mais que outra frustração.

PARTE 3

Depois, foi a vez do atraso de salários. Era questão de dias para o anúncio de que os servidores públicos piauienses não receberiam a remuneração de dezembro e nem o 13º salário. Não se concretizou.

PARTE 4

O capítulo mais recente desta novela, é a segunda parcela do empréstimo. As irregularidades, os desvios de finalidade, não permitiriam que a Caixa Econômica Federal depositasse nos cofres do Governo do Estado os R$ 315 milhões. Nos próximos dias, o dinheiro será liberado e mais uma vez, a previsão de caos vira fumaça.

VALTER E LUCIANO

A oposição, de fato, tem dois nomes definidos. Pelo PSDB, o deputado Estadual Luciano Nunes e pelo PSC, o advogado Valter Alencar. Dois nomes que surgem com a proposta de um debate de nível, sem baixarias. Sendo assim, é bom que alguns apoiadores dos dois candidatos fiquem atentos a esta mensagem e não percam tempo com exercícios sem resultados de futurologia.

Luciano Nunes e Valter Alencar / Foto: Fala Piauí

nossas redes sociais