PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

Senador Elmano Férrer precisa decidir o que quer para seu futuro

Se é verdade o ditado de que ninguém sabe o que calado quer também é verdade que ninguém sabe o que calado faz

Por EDITORIA DE POLÍTICA
10/12/2018, às 09:30

Não foi um desempenho compatível com sua história política. Terminar a eleição para governador do Piauí em quinto lugar com 22.176 votos é definitivamente uma derrota com todas as letras.

Ainda durante a campanha eleitoral, alguém ligado ao senador Elmano Férrer disse que ele havia destinado emendas para mais de cem municípios em todo o Estado. Não se viu nas urnas um apoio correspondente. Indiscutivelmente, a trajetória percorrida até aqui deve ser repensada caso exista alguma pretensão de disputar outras eleições.

Falha na comunicação das ações parlamentares? Pouca presença no interior? Falta de um contato mais próximo com os prefeitos? Seja o que for precisa ser identificado e corrigido.

Agora, Elmano surge como um dos aliados de Jair Bolsonaro no Piauí. Vídeos e fotos já foram divulgados ao lado do presidente eleito e fica a expectativa de que essa proximidade possa promover uma reviravolta no mandato do senador. É a oportunidade de viabilizar recursos, obras e com isso, entrar no jogo político como um dos protagonistas e não como um coadjuvante sem competitividade como se viu no último pleito eleitoral.

Elmano preside o PODEMOS no Piauí. Como estão os diretórios ou comissões provisórias no interior do Estado? Pouco se houve falar do partido. Até mesmo em Teresina, a sigla não tem tanta expressividade.

Recentemente, o deputado estadual Evaldo Gomes ensaiou uma filiação ao partido. Ele assumiria o comando e traria todos os grandes nomes do PTC. Desistiu e foi para o SOLIDARIEDADE. Por último, Elmano tentou, sem sucesso, convencer o ex-senador João Vicente Claudino a ficar com o PODEMOS.

Essa busca permanente por alguém que possa assumir o leme do barco sugere uma postura de que o parlamentar não se sente a vontade com a missão de estruturar e expandir seu partido. É bom lembrar que a metade do mandato já se foi e os resultados estão longe do esperado. Se é verdade o ditado de que ninguém sabe o que calado quer também é verdade que ninguém sabe o que calado faz.

Senador Elmano Férrer / Foto: GP1

nossas redes sociais