PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

Tá todo mundo se mexendo pensando na eleição de 2018

Reuniões, conversas, propostas, todos estão buscando ocupar seus espaços o mais cedo possível. Não tem vaga para todo mundo

Por Douglas Cordeiro, Tarcio Cruz e Wesslley Sales
23/09/2017, às 16:09 - Atualizado em 23/09/2017, às 21:09

Esqueça o discurso de que só se discute eleição no ano que vem. Os bastidores da sucessão estadual estão fervendo. Reuniões, conversas, propostas, todos estão buscando ocupar seus espaços o mais cedo possível. O PSD do deputado Júlio César fechou questão e quer uma vaga para o Senado Federal. O PMDB do deputado Themístocles Filho quer a vice mas primeiro tem que resolver a disputa interna com João Henrique. Em relação ao PT, a senadora Regina Sousa não abre mão da reeleição e o deputado Assis Carvalho já disse que as decisões sobre escolha de nomes não serão tomadas em gabinetes. A única certeza mesmo na chapa governista é Wellington e Ciro candidatos a reeleição.

A oposição também se movimenta e recentemente houve uma reunião de alguns parlamentares oposicionistas para discutir o cenário do ano que vem. O deputado Dr. Pessoa dá todos os sinais de que pode enfrentar uma candidatura a governador e começa a fazer viagens para o interior do Estado. A única pendência é sobre qual partido ele irá se filiar. Alguns tucanos já começam a falar em candidatura própria, como não poderia ser diferente, o primeiro nome é sempre o do prefeito Firmino Filho que não tem manifestado até agora disposição para assumir uma candidatura ao Palácio de Karnak. Por isso, já se trabalha um plano B no partido.

Sucessão estadual discutida por todos os partidos

O ex-senador João Vicente Claudino, peça importante nesse xadrez político, continua em silêncio. Surgem histórias e mais histórias sobre essa ou aquela decisão que ele teria tomado mas nada confirmado oficialmente.

O ingrediente novo nesse jogo é o ex-governador Zé Filho e o ex-prefeito Sílvio Mendes. O desentendimento entre os dois mostrou que problemas não existem apenas na situação como dizem os oposicionistas. Zé Filho, que está em Brasília tratando de interesses da FIEPI (Federação das Indústrias do Estado do Piauí), não está nada satisfeito com as declarações do atual secretário de saúde de Teresina e por conta disso, ameaçou deixar até a oposição.

Mas em política a certeza de hoje vira dúvida amanhã e o que parece impossível torna-se realidade em questão de segundos. A conferir.

JOÃO HENRIQUE NÃO DESISTE…

O vice-presidente regional do PMDB esteve esta semana reunido com os delegados do partido nos municípios das regiões de Barras e de Campo Maior. Ele conversou com as lideranças políticas sobre a situação do Piauí e pediu apoio para viabilizar a candidatura própria do partido ao Governo do Estado em 2018.

João Henrique em Barras

…JOÃO MÁDISON TAMBÉM NÃO

Ainda sobre a disputa interna no PMDB, mais uma do deputado João Mádison.

“No PMDB do Piauí é diferente do PMDB de Pernambuco. O João Henrique não tem voto e nenhum eleito ao seu lado. Lá em Pernambuco a oposição ao presidente estadual tem Senadores, Deputados Federais, Deputados Estaduais e vários Prefeitos. Em outros estados existe coligação com o PT como é o caso do Amazonas e do Pará. Por que no Piauí não pode? A direção nacional está com preconceito contra o Piauí”, disse o parlamentar.

Deputado Estadual João Mádison

DE OLHO NO ANO QUE VEM

Após solenidade no Palácio de Karnak, onde algumas pessoas foram homenageadas com a entrega da Medalha do Detran, o secretário Francisco Limma, Francisco Costa, Warton Lacerda, a prefeita de Altos,Patrícia Leal e o presidente do PT, deputado Assis Carvalho aproveitaram para discutir as eleições de 2018.

Eleições 2018 no cardápio principal

AGORA VAI

Depois do Congresso Nacional tomar algumas decisões sobre as regras das eleições do ano que vem o cenário ficou mais claro para quem pretende mudar de partido. O deputado Federal, Fábio Abreu, está de malas prontas para o PR (Partido da República) do deputado Estadual, Fábio Xavier.

DUDÚ DE OLHO NA SAÚDE

O parlamentar comemorou a decisão da Secretaria Estadual de Saúde em não fechar os leitos de UTI neonatal do CIAMCA, através do secretário Florentino Neto, que acatou a posição do Conselho Municipal de Saúde. Em seguida, o vereador se colocou à disposição para auditar contratos da FMS (Fundação Municipal de Saúde). O vereador criticou a gestão do secretário Sílvio Mendes.

Vereador Dudú (PT)

ENCONTRO DO PODEMOS

O PODEMOS fará seu encontro regional em Teresina no dia 02 de outubro, com a presença do senador Álvaro Dias e da presidente nacional, Renata Abreu. Na ocasião, serão discutidos um plano e soluções para o Brasil, em especial para o Piauí no que foi chamado de “Movimento Eleja o Piauí”. O líder do partido, deputado federal Silas Freire, destaca que no evento não será tratado de eleições, mas sim de projetos e soluções para o Estado e critica a política que se faz por aqui. Não vão falar de eleições? Eu não acredito em Papai Noel.

Deputado Federal Silas Freire (PODEMOS-PI)

TROPA DE CHOQUE

Na Câmara Municipal de Teresina o embate continua estadualizado. Alguns vereadores atacam o governador Wellington Dias mas a resposta vem de imediato. O vereador petista Deolindo Moura não tem deixado uma crítica sem resposta.

“Enquanto eles atacam o Governador aqui na Câmara Municipal de Teresina ele responde com obras e destinação de emendas para a população de Teresina”, disse o parlamentar.

Vereador Deolindo Moura (PT)

CONTA DE LUZ SOLIDÁRIA

O deputado estadual Dr. Pessoa apresentou projeto de lei que obriga as concessionárias de energia a colocarem mensagens de incentivo à doação. O PL foi aprovado por unanimidade no plenário da Assembleia Legislativa e segue para a sanção do Governador do Estado.

Deputado Estadual Dr. Pessoa (PSD)

nossas redes sociais