Construção Civil cresce 50% no Piauí em janeiro de 2021, diz FIEPI

A estabilidade nos empregos manteve-se no percentual de 75% em janeiro, enquanto essa estabilidade na região Nordeste ficou em 59,4%

14 de março de 2021, às 16:30 | Editoria de Municípios

Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI) divulgou resultado da pesquisa Sondagem da Indústria da Construção Civil realizada no mês de fevereiro com dados referentes ao mês de janeiro de 2021.

Os indicadores do mês de janeiro de 2021 da Construção Civil no Piauí apontam percentuais superiores aos da região Nordeste. Enquanto o nível de atividade igual ao usual apresentou o percentual de 36,8% no Nordeste, a construção civil estadual ficou em 50% em janeiro. Em dezembro este índice foi ainda maior, de 54,5%.

A evolução no número de empregados comparada ao mês anterior também apresentou razoável estabilidade. No Piauí a estabilidade nos empregos manteve-se no percentual de 75% em janeiro, enquanto essa estabilidade na região Nordeste ficou em 59,4%. Esses índices são também superiores aos do mês de dezembro, que foi medido em 63,6% no Estado. Já a redução no número de empregados que em dezembro foi de 13;6% , em janeiro ficou em 10%.

PERPECTIVAS PARA OS PRÓXIMOS 6 MESES

Avaliando as perspectivas de janeiro de 2021 para os próximos 6 meses, a Construção Civil estadual mostrou recuo em comparação com o mês anterior (dezembro). Se o aumento no nível de atividade para os próximos 6 meses em dezembro era de 45,5%, passou em janeiro para 20%, percentual menor que o do Nordeste (31,6%).

Essa tendência local também é notada quanto às compras de insumos e matérias-primas. As perspectivas de aumento para os 6 meses, que foi de 59,1% em dezembro, teve seu percentual reduzido para 35% em janeiro. Este dado, embora inferior ao do mês anterior, ainda foi superior ao da região Nordeste (33,8%) para o mesmo período.

A expectativa de novos empreendimentos e serviços é um bom critério para avaliar o otimismo do setor da construção civil. Enquanto no Piauí o percentual em janeiro de 2021 foi de 55% no critério de aumento, no Nordeste foi de 40,6%. Em dezembro de 2020 a expectativa de aumento nos novos empreendimentos e serviços era de 63,6%.

O bom sinal da Construção Civil do Estado é medido quando a perspectiva de aumento no número de empregados para os 6 meses fica em 40% para o mês de janeiro, enquanto no Nordeste o cenário de aumento é mais tímido, com expectativa de 33,8%. No Estado, comparando os meses de dezembro de 2020 e janeiro de 2021, houve um recuo, pois a perspectiva de aumento passou de 50% em dezembro para 40% em janeiro.

A intenção de investimento para os próximos 6 meses está otimista se comparada  à região Nordeste. No Piauí esse percentual é de 55% em janeiro, menor que dezembro (63,6%). O Nordeste mostra-se mais cauteloso, com 40,6% (janeiro/2021).


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS