Ônibus vão circular normalmente nesta segunda em Teresina

Neste primeiro momento, não haverá a reabertura dos terminais, permanecendo o formato radial de atendimento que está em atuação

17 de outubro de 2021, às 16:20 | Editoria de Municípios

A STRANS (Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito) esclarece a população que os ônibus da capital irão circular normalmente nesta segunda-feira (18/10), com 100% da frota da ordem de serviço prevista para o período, em torno de 200 veículos.

Após reunião realizada na última sexta-feira (15/10), na sede da Procuradoria Geral do Município (PGM) de Teresina, com a STRANS, representantes do SINTETRO (Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários) e representantes dos Consórcios que operam o transporte público na capital, onde ficou acordado com o SINTETRO pela suspensão da paralisação.

“Durante a reunião, foi tratado sobre os termos do acordo extrajudicial que foram lavrados há uma semana. Todas as empresas já receberam o montante referente a primeira parcela do acordo entre a PMT e o SETUT. Agora ficou a obrigação das empresas de cumprirem com dois quesitos, o primeiro seria exatamente aquele que foi objeto do prefeito que era a contra prestação para os trabalhadores, ou seja, parte desse valor que foi repassado e que será repassado para as empresas, elas deverão proporcionalmente ter um repasse aos trabalhadores em cima já do acordo que fora estabelecido no ano de 2020. E o segundo é exatamente o cumprimento da ordem de serviço exarada pela Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito que deve ser cumprida tão logo esse pagamento seja efetuado. Ainda de acordo com o superintendente, dessa reunião ficou estabelecido que eles reveriam essa situação de paralisação, o presidente do SINTETRO iria conversar com os sindicalizados, tratando exatamente daquilo que foi dito na reunião, ou seja, nós vamos pegar a documentação das empresas, demos um prazo de 72 horas para que eles comprovassem que efetuaram os pagamentos aos empregados, diante dessa informação nós encaminharemos para a Procuradoria Judicial e ele vai atestar o cumprimento desse acordo junto ao judiciário. Isso porque o pagamento subsequente das parcelas fica condicionado ao cumprimento total e restrito de todas essas cláusulas. Além do cumprimento da ordem de serviço, deve-se também as empresas apresentarem os comprovantes de pagamento para os trabalhadores”, declara o superintendente da STRANS, Cláudio Pessoa.

A STRANS fará o monitoramento diário da demanda de usuários, realizando a adequação gradual de veículos à quantidade de passageiros por viagem. Conforme houver necessidade, iremos adequar a frota de maneira gradativa para garantir um melhor atendimento aos usuários de todas as regiões da cidade.

Neste primeiro momento, não haverá a reabertura dos terminais, permanecendo o formato radial de atendimento que está em atuação, com percursos do bairro para o Centro.

“Lembramos que a integração continua, a integração temporária, que é aquela em que o usuário se desloca em diferentes zonas da cidade pagando somente uma passagem no tempo máximo de duas horas, esclarece o gerente de Transporte Público da STRANS, Felipe Leal.

Ainda de acordo com o gerente de Planejamento de Transporte Público, Felipe Leal, as três empresas que operam na zona Sudeste, que fazem parte do Consórcio Theresina, as empresas EMTRACOL, TRANSFÁCIL e TERESINA irão voltar, elas estavam paradas e as linhas que estavam desassistidas irão retornar a operar a partir desta segunda-feira (18/10). Assim como as linhas circulares, Rodoviária I e II e Universidade I e II, voltam a operar também nesta segunda-feira.

Ônibus circularão normal na segunda