Teresina é premiada em SP pela melhor educação entre as capitais

A capital do Piauí tem o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) entre as 27 capitais brasileiras, tanto nos iniciais, quanto nos anos finais

Por Redação
06/11/2019, às 07:00

Com soluções inovadoras e mais eficientes para melhorar o ensino municipal, Teresina continua sendo premiada e reconhecida em todo o País. Na noite desta terça-feira (05/11), o prefeito Firmino Filho esteve em São Paulo para receber o prêmio LIDE de Educação, que homenageia as empresas e instituições que valorizam e investem na educação do Brasil.

“Temos o segundo menor custo por aluno de todas as 27 capitais brasileiras e, mesmo com dificuldades financeiras, mostramos ser possível ter resultados positivos”, comemora o prefeito, ressaltando o papel fundamental dos professores, diretores de escolas e de todos os servidores da educação.

Também foram premiados a Prefeitura de Cocal dos Alves, de Sobral e o Governo do Estado do Ceará. 

“São exemplos que servem de inspiração para todos. Fica claro que podemos muito mais. Parabéns! Vocês merecem todos os nossos aplausos”, ressaltou Viviane Senna, presidente do Instituto Ayrton Senna, que é parceiro do 6º Fórum LIDE de Educação.

Mário Anseloni, presidente do LIDE Educação, também ressaltou a qualidade da educação teresinense.

“Sabemos que Teresina tem o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) entre as 27 capitais brasileiras. É importante que todos possam saber como a cidade conseguiu transformar sua Educação”, comentou Mário Anseloni, presidente do LIDE Educação.

Teresina tem o melhor Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) entre as 27 capitais brasileiras, tanto nos iniciais, quanto nos anos finais. A cidade também já ultrapassou as metas projetadas pelo Ministério da Educação para o ano de 2022 no que diz respeito ao IDEB.

O 6º Fórum Lide de Educação reuniu cerca de 200 líderes empresariais, autoridades públicas, educadores e especialistas para debater o papel decisivo do ensino em impulsionar as competências necessárias para tornar a educação no Brasil mais eficiente.

Participaram dos painéis o ex-ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho, os governadores de São Paulo, João Dória, e do Ceará, Camilo Santana, e o ex-governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, e do economista Ricardo Paes de Barros.

As discussões do Fórum incluíram também a apresentação de propostas para solucionar os problemas, uma palestra do governador João Dória e a edição de uma carta legado. O documento tem o objetivo de compartilhar caminhos a serem seguidos por gestores públicos para alcançar a excelência na educação.

Prefeito Firmino recebendo o prêmio em São Paulo

nossas redes sociais