Vários bairros não tem energia desde a última sexta em Teresina

A EQUATORIAL disse que está em campo um número de equipes sete vezes maior que em dias normais e tem mobilizado toda a sua equipe operacional e gestão

Por Plínio Castelo
06/10/2019, às 08:00

A tempestade que atingiu Teresina na última sexta-feira (04/10) afetou o fornecimento de energia em diversos pontos de Teresina. Em alguns bairros foi possível restabelecer o fornecimento em pouco tempo mas diversos bairros ficaram às escuras por até vinte horas.

Casas destelhadas, postes derrubados, árvores caídas, galhos na fiação elétrica. A ventania fez estragos e desde a última sexta as equipes da EQUATORIAL percorrem toda a cidade atendendo os chamados dos consumidores mas também buscando os problemas.

Em alguns casos, como no Bairro Cristo Rei, Centro de Teresina, até a tarde da último sábado (05/10) a energia não tinha voltado. Como o problema havia sido causado pela queda de uma árvore os técnicos só poderiam começar a trabalhar após o Corpo de Bombeiros retirar os galhos.

A EQUATORIAL informou que ainda tem registros de ocorrências localizadas. A empresa ressalta que pela quantidade de situações de cabos partidos, principalmente por galhos e árvores lançadas na rede, cuja resolução exige um maior tempo e complexidade, o restabelecimento da energia acontece de forma gradativa, priorizando-se as situações de risco e a maior quantidade de clientes impactados.

Para o tratamento das demandas, está em campo um número de equipes sete vezes maior que em dias normais e tem mobilizado toda a sua equipe operacional e gestão, desde o início da noite de ontem, para o pleno restabelecimento da energia nas áreas afetadas.

Quanto ao atendimento, a EQUATORIAL ampliou o número de atendentes, utilizando a estrutura de outras empresas do grupo para receber o número de reclamações que aumenta muito em situações de múltiplas interrupções no fornecimento de energia. Ademais, nos próximos dias, a empresa deve disponibilizar novos e mais eficientes meios de atendimento ao público.

Equipes da EQUATORIAL / Foto: Portal GP1

nossas redes sociais