Cidade do Piauí perde duas professoras para a COVID-19 em 24h

Sem velório e celebração fúnebre, devido aos protocolos de segurança, familiares e amigos realizaram carreatas em homenagem às educadoras

12 de maio de 2021, às 08:00 | Portal Cidades na Net

Terça-feira, 11 de maio, um dia de tristeza e sofrimento. Uma data em que o município de Jaicós chora mais partidas, em que duas famílias ficam incompletas e filhos sentem a profunda dor de perder uma mãe.

Muita comoção, tristeza e lágrimas. Um momento de despedida de duas pessoas que eram muita queridas em Jaicós. A cidade deu o último adeus as professoras Luzia Camila e Mercês Veloso.

Elas morreram devido a complicações causadas pela COVID-19. Luzia Camila, em Picos e Mercês, em Teresina.


LEIA TAMBÉM

COVID-19 mata 23 pessoas em 24h no Piauí; foram 1.540 novos casos


Não sendo permitida a realização de velório e celebração fúnebre, devido aos protocolos da Organização Mundial de Saúde, familiares e amigos realizaram carreatas em homenagem às educadoras.

Nas duas, os veículos se concentraram próximo ao parque de vaquejada, na saída para Picos e de lá seguiram, em cortejo, passando pela avenida principal e Centro da cidade e encerrando no Cemitério Municipal Campo da União.

A primeira despedida foi a de Luzia Camila. Seu corpo chegou a cidade a tarde e foi recebido com emoção. Luzia era uma católica fervorosa e tinha um grande legado também na vida religiosa, como uma devota atuante, participativa e prestativa.

No cortejo, seus irmãos na fé, vestidos com camisas de pastorais e grupos da Igreja de Nossa Senhoras das Mercês, despediram-se. Em calçadas e esquinas, moradores de Jaicós acompanharam a passagem do cortejo e aplaudiram Luzia.

Mais tarde, já perto das 17h00, foi o momento do adeus a professora aposentada Maria das Mercês Veloso. O cortejo seguiu até o cemitério, onde, em um momento de muita comoção seus familiares, de longe, e sem poder ver a professora pela última vez deram o último adeus.

Mercesinha, como era mais conhecida, partiu aos 54 anos de idade, deixando um legado como educadora e também como uma mãe, irmã, avó e tia amorosa.

Cortejo