Piauí é o segundo do Brasil em realização de testes de COVID-19

A pesquisa conclui também que quanto maior o nível de escolaridade, maior foi o percentual de pessoas que fez algum teste

23 de setembro de 2020, às 16:23 | Cobertura Coronavírus

O Piauí é a segunda Unidade da Federação com maior percentual de testes realizados para a COVID-19, ficando atrás apenas do Distrito Federal. O dado é da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (PNAD) COVID 19, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística-IBGE. O Piauí testou 14,4% da população e o Distrito Federal, 19,4%.

O Estado de Roraima ficou em terceiro lugar com percentual de 12% de testagem. Por outro lado, Pernambuco registrou o menor percentual (5,8%), seguido por Acre (6,0%) e Minas Gerais (6,1%). Pela Pesquisa, praticamente não houve diferença no percentual de pessoas do sexo masculino e feminino que fizeram algum teste para coronavírus, 8,3% e 8,7%, respectivamente.

Por grupos de idade, o maior percentual foi entre as pessoas de 30 a 59 anos de idade (11,9%), seguido pelo grupo de 20 a 29 anos (9,5%) e, entre as pessoas de 60 anos ou mais de idade, apenas 7,3% realizaram algum teste.

A pesquisa conclui também que quanto maior o nível de escolaridade, maior foi o percentual de pessoas que fez algum teste. Entre as pessoas sem instrução ao fundamental incompleto, o percentual foi de 4,4% e, entre aqueles com superior completo ou pós graduação, 17,9% testaram.

Pelo menos 18% das pessoas com maior rendimento domiciliar per capita fizeram o teste para COVID-19. Considerando o tipo do teste, das pessoas que fizeram algum teste, 25,2% das pessoas que fizeram o SWAB testaram positivo; dos que optaram pelo teste rápido com coleta de sangue através do furo no dedo, 17,6% testaram positivo.

Dados da PNAD


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS