Piauí reforça medidas de segurança após alta de óbitos por COVID-19

Em relação a ocupação hospitalar, o número de internações, em decorrência do novo coronavírus, vem apresentaram uma queda

12 de outubro de 2020, às 13:00 | Cobertura Coronavírus

O estado do Piauí apresentou um crescimento no número de óbitos pela COVID-19, no último final de semana e a Secretaria de Estado da Saúde faz um alerta à população para que esses números voltem ao patamar de queda.

No último domingo (11/10) o boletim do Centro de informações Estratégicas de Vigilância em Saúde do Piauí (CIEVS-PI) apresentou 14 mortes pela COVID-19 e 232 novos casos da infecção.

“Essa queda de casos nos finais de semana sempre ocorreu, pois o número de exames realizados é sempre menor, e quando se compara com as mortes nós vamos ter mesmo um sinal de alerta vermelho, mas não podemos fazer a avaliação de um único dia, ela deve ser mais cautelosa e comparar uma série histórica para ser fazer uma avaliação mais criteriosa. Porém devemos manter a vigilância constante”, enfatiza o superintende de Atenção Primária à Saúde e Municípios, Herlon Guimarães.

Há sete semanas o Estado vinha registrando uma baixa nas mortes por decorrência do novo coronavírus, mas os números voltaram a crescer na 41ª semana epidemiológica. Por outro lado, o número de internações, em decorrência da COVID-19, vem apresentaram uma queda.

“No domingo (11/10), tivemos 181 leitos de UTI ocupados, é o menor número dos últimos doze dias, e isso é muito importante, pois mesmo com o crescimento de casos e óbitos as internações estão diminuindo”, ressalta o secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto.

A Secretaria de Saúde desde o início da pandemia vem alertando aos piauienses sobre os cuidados a serem mantidos no combate ao vírus e o secretário reforça esse apelo para que se evite a propagação do coronavírus.

“Lembramos à população que infelizmente a pandemia não acabou e que não devemos baixar a guarda para cuidados básicos como lavar sempre as mãos, usar a máscara ao sair de casa e todo o protocolo que as autoridades de saúde recomendam. A Secretaria de Saúde está atenta e vigilante 24 horas, para que toda nossa população possa progredir nas medidas graduais de retomada”, afirma Florentino Neto.


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS