Secretaria confirma casos de variantes do coronavírus no Piauí

Um deles tem idade de nove anos, sexo feminino e o outro de 18 anos do sexo masculino e o terceiro tem 56 anos

13 de abril de 2021, às 17:20 | Cobertura Coronavírus

A Secretaria de Estado da Saúde, através da Coordenação de Epidemiologia/CIEVS e o Laboratório Central do Piauí, confirmam que foram detectadas no Piauí a variante P.1 derivada da linhagem B.1.1.28 e a variante P.2 derivada da linhagem B.1.1.33, novas cepas do SARS-COV-2.

Os pacientes são residentes de Teresina nos bairros Nova Teresina, Centro e São Joaquim, onde eles relataram terem mantido contato com pessoas oriundas do Maranhão e Amazonas, onde há o registro das mesmas variantes. 

Um deles tem idade de nove anos, sexo feminino e o outro de 18 anos do sexo masculino. O terceiro paciente é residente no Bairro São Joaquim, tem 56 anos e esteve em Pedreiras no Maranhão.

Os exames dos pacientes foram encaminhados ao Laboratório Central da Bahia, laboratório de referência para o sequenciamento dos casos do Piauí. Segundo a Coordenadora de Epidemiologia/CIEVS, Amélia Costa, o sequenciamento genético não é um método de diagnóstico.

“Mas a análise do seu resultado permite quantificar e qualificar a diversidade genética viral circulante no país. Até agora, foram encaminhadas ao Laboratório Central da Bahia, 19 amostras provenientes do Piauí. Estamos em constante monitoramento”, diz Amélia.

A Coordenadora chama a atenção da população para a importância seguir os decretos e manter as normas de higiene, evitando aglomerações. 

“As novas variantes impactam nos números, mas não são as únicas responsáveis pela situação que estamos vivendo. Devemos manter o distanciamento, usar máscaras, álcool e evitar aglomerações”, afirma.

Variantes encontradas em pacientes de três bairros de Teresina


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS