River faz história e elimina o Bahia da Copa do Brasil em Teresina

O River-PI duela contra o América-RN na segunda fase. O time potiguar empatou em 0 a 0 com o São Luiz e tinha a vantagem de jogar pelo empate

Por Globoesporte.com
06/02/2020, às 07:00

A Copa do Brasil protagonizou a sua primeira grande história da edição 2020. O River do Piauí eliminou o Bahia na noite desta quarta-feira (05/02), no estádio Albertão, em Teresina. A bola mágica que deixou em delírio os torcedores piauienses veio aos 42 minutos do segundo tempo. O meia Jean Natal mandou direto para o gol, ela passou direto e só parou no destino final, nas redes do goleiro Douglas. Aos 49, no último lance, Rossi ainda acertou a trave do goleiro Mondragon. Que noite! Um time da Série D eliminou um clube da Série A do Brasileiro. Histórias que só o futebol contam.

O River-PI duela contra o América-RN na segunda fase. O time potiguar empatou em 0 a 0 com o São Luiz e tinha a vantagem de jogar pelo empate. Na próxima fase, o River-PI faz jogo em casa. Data e horário serão definidos pela CBF. Na segunda fase, em caso de empate, a decisão de quem fica com a vaga será nos pênaltis. Com a classificação, o Galo do Piauí embolsa R$ 650 mil pela cota de participação na segunda fase.

A zaga do Galo, com Cris e Felipe Barros, oscilou muito na etapa inicial e deu muitos espaços para as ações ofensivas do Bahia, que no geral ficou mais tempo no campo do adversário e tentou mais vezes chegar ao gol: foram sete finalizações contra apenas duas do time piauiense. Um dos exemplos de vacilo da defesa tricolor: aos 10, Gilberto aproveitou uma bobeada, escapou e conseguiu a finalização. O River-PI teve até no começo uma posse de bola maior, mas somente teve o primeiro chute ao gol aos 21, com Valdo Bacabal, muito pouco para quem precisava construir o placar. O Tricolor de Aço teve também caminho livre para atuar pelos lados do campo – o que chateou bastante o técnico Marcelo Vilar, estreante da noite.

Em 10 minutos de segundo tempo, o time piauiense se apresentou mais agressivo que toda a etapa inicial – natural pela necessidade de abrir o placar. Contudo, o time de Roger Machado manteve mais perigoso no ataque, Clayson e Gilberto andaram bem mais perto de marcar o primeiro. Na metade da etapa final, o Galo iniciou pressão na tentativa da classificação: Romário, duas vezes de cabeça, deu o cartão de visitas no ataque. Aos 42, o Albertão explodiu com cobrança de falta de Jean Natal – que bateu fechado pela direita, e a bola entrou direto. Ainda teve emoção no fim: Rossi carimbou o travessão de Mondragon aos 49.

Os times têm compromissos no fim de semana pela Copa do Nordeste. No sábado, o Bahia faz clássico contra o Vitória, às 18, na Fonte Nova. O River-PI joga em casa no Nordestão, recebe o América-RN, domingo, às 18h00, no estádio Albertão, em Teresina.

Comemoração após a vitória / Foto: Globoesporte.com

nossas redes sociais