Santos e Internacional empatam sem gols na Vila Belmiro

Rodolpho Toski Marques anula gol de Guilherme Parede por impedimento de Guerrero e cancela pênalti de Cuesta em Rodrygo

Por Caio Duarte
26/05/2019, às 20:23

VAR DEIXA TUDO IGUAL

Em um confronto direto pelas primeiras colocações do Campeonato Brasileiro, Santos e Internacional empataram por 0 a 0, neste domingo, na Vila Belmiro, pela sexta rodada. O árbitro Rodolpho Toski Marques chegou um pênalti de Cuesta em Rodrygo, aos 38 minutos do segundo tempo, e voltou atrás após analisar as imagens na beirada do campo. No primeiro tempo, os gaúchos tiveram um gol de Guilherme Parede anulado com auxílio do VAR por impedimento de Guerrero no início do lance.

COMO FICA

A igualdade impede a chegada de um deles à vice-liderança, já que o Atlético-MG perdeu para o Grêmio e estacionou nos 12 pontos. O Santos sobe para 11 pontos e aparece na quarta colocação. O Internacional chega aos dez pontos e aparece agora em sexto. O Palmeiras segue em primeiro, com 16.

PRIMEIRO TEMPO

O Santos teve dificuldade para colocar velocidade no jogo diante da boa marcação do Internacional. Sem espaço na saída de bola, o Peixe sofreu para chegar ao ataque e atacou pouco. Na única chance, Lomba desviou um cruzamento de Rodrygo e ninguém apareceu para finalizar. O Colorado cresceu a partir dos 30 minutos, quando o árbitro Rodolpho Toski Marques anulou com a ajuda do VAR o gol de Guilherme Parede – Guerrero estava impedido no início da jogada. Aos 36, o peruano quase abriu o placar depois de aplicar lindo drible em Lucas Veríssimo e parar em grande defesa de Vanderlei. No lance seguinte, Parede chutou com muito perigo da entrada da área.

SEGUNDO TEMPO

O Inter voltou do intervalo mais perigoso no ataque. Nonato, aos nove minutos, pegou rebote na entrada da área e finalizou à direita de Vanderlei. Sampaoli aumentou o poder ofensivo do Peixe com as entradas de Cueva e Kaio Jorge nas vagas de Soteldo e Jean Lucas, respectivamente. Aos 26, Pituca exigiu boa defesa de Lomba em chute cruzado de fora da área. O goleiro apareceu pouco depois, em desvio que passou perto após cruzamento de Jean Mota. Hellmann também mexeu no ataque, com Pottker e Sobis, mas o time não conseguiu aproveitar os espaços no ataque. Aos 38, o árbitro Rodolpho Toski Marques marcou pênalti após Rodrygo cair na área em disputa com Cuesta, mas voltou atrás após analisar as imagens na beirada do campo. Na última jogada de perigo, aos 48, Pottker desperdiçou ao receber na área e finalizar à esquerda de Vanderlei.

CLIMA QUENTE

Os técnicos Jorge Sampaoli e Odair Hellmann deram trabalho ao árbitro Rodolpho Toski Marques. Com menos de um minuto de jogo, o treinador do Colorado já levou uma bronca por reclamar de uma falta a favor do adversário. Ainda na etapa inicial, Hellmann, Sampaoli e o auxiliar técnico do Peixe, Jorge Desio, foram advertidos com cartão amarelo por reclamação.

RODRYGO DIZ QUE FICA

Principal jogador do Santos, Rodrygo disse após a partida que conseguiu adiar a despedida do clube. Segundo o jogador, o Peixe obteve com a CBF o aval para que ele se apresente à seleção olímpica somente no dia 12 de junho, após o clássico contra o Corinthians. Anteriormente, o atacante teria de se integrar ao grupo nesta segunda-feira. Ele está negociado com o Real Madrid e irá ao novo clube em julho.

INTER: PRIMEIRO PONTO FORA DE CASA

O empate na Vila Belmiro fez o Santos somar o primeiro como visitante no Campeonato Brasileiro 2019, mas ainda sem fazer gols. O Colorado havia feito dois jogos fora do Beira-Rio e acumulado duas derrotas, para Chapecoense (2 a 0) e Palmeiras (1 a 0).

REFORÇO NA ÁREA

O atacante Marinho assistiu ao jogo entre Santos e Internacional em um camarote na Vila Belmiro. Anunciado pelo Peixe no sábado, o jogador assinou contrato com o clube até o fim de 2022. Para contratá-lo do Grêmio, o time paulista cedeu o zagueiro David Braz e pagou R$ 4,5 milhões.

PRÓXIMOS JOGOS

O Santos visita o Ceará, domingo, às 16h, no Castelão, pelo Campeonato Brasileiro. O Internacional entra em campo na quarta-feira, diante do Paysandu, às 19h15, no Mangueirão, em Belém pelas oitavas de final da Copa do Brasil. No primeiro duelo, o Colorado venceu por 3 a 1, em Porto Alegre.

Guerrero recebe a marcação de Lucas Veríssimo / Foto: Ricardo Duarte / Internacional / Divulgação

nossas redes sociais