Conselho Federal nega pedido para adiar eleições da OAB-PI

Paulo Diego repassou que o processo contou com a participação das chapas concorrentes, demonstrando que os trabalhos na comissão se encontram em pleno andamento

Por Redação
18/11/2018, às 10:00 - Atualizado em 18/11/2018, às 03:00

O presidente da Comissão Eleitoral Nacional, Delosmar Domingos de Mendonça Júnior, rejeitou o pedido de adiamento das eleições da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional Piauí (OAB-PI). O pedido foi feito ao Conselho pela candidata Geórgia Nunes, após a nomeação do novo presidente da comissão eleitoral local. Com a decisão, a votação permanece no dia 24 de novembro.

Na última sexta-feira (16/11), integrantes de algumas chapas chegaram a causar tumulto na sede da Ordem por conta da nomeação do advogado Paulo Diego Francino Brígido como presidente, que assumiu a Comissão  após renúncia de Antônio Carlos e Silva.

Considerando a denúncia de irregularidades, Delosmar notificou o atual presidente da comissão, que esclareceu o processo de composição da comissão local. Paulo Diego repassou que o processo contou com a participação das chapas concorrentes, demonstrando que os trabalhos na comissão se encontram em pleno andamento.

"Nos seus exatos termos, que adoto como razões para decidir, acolho os argumentos expostos no referido expediente de informações, cuja cópia determino seja encaminhada ao conhecimento da Requerente, para deixar de acolher o pedido de providências formulado", escreveu Delosmar em decisão.

VEJA O DOCUMENTO NA ÍNTEGRA

nossas redes sociais