Mercadorias apreendidas serão vendidas em ‘Bazar’

O Bazar está sendo preparado com todo o carinho e com produtos de alta qualidade que estarão à venda bem abaixo do valor de mercado

Por Redação
17/06/2019, às 22:47 - Atualizado em 17/06/2019, às 22:59

Esta sendo realizado no CCA - Centro Comunitário de Aprendizagem Joaz Souza, Unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Piauí (SENAI-PI), um Bazar Solidário, com mercadorias doadas pela Receita Federal. As vendas iniciaram, nesta segunda-feira, (3) e prosseguem até o dia 9 deste mês. O CCA fica localizado na Rua Ceará, no bairro Rodoviária, em Parnaíba.

Os produtos foram apreendidos pela Receita em Ponta Porã, município do Mato Grosso do Sul que faz divisa com a cidade de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Após criteriosa seleção entre as entidades cadastradas junto Receita Federal, as doações foram destinadas para a Fundação Padre Antônio Dante Civiero (Funaci), de Teresina e para a Associação de Paes e Amigos dos Excepcionais (APAE), de Luís Correia.

No total, são 23 toneladas de mercadorias diversas como confecções, calçados, cobertores, brinquedos, eletrônicos, acessórios para carro, maquiagem, cosméticos, perfumes e artigos para pescaria. A entrada dos compradores será feita mediante apresentação de um ingresso que está sendo vendido por R$ 5,00 no local do Bazar, na Banca do Louro, na Praça da Graça e no Café no Ponto, no Centro da cidade.

Conforme explica o presidente da Funaci, Paulo Cruz será permitido à entrada de grupos de 30 pessoas de cada vez, devendo permanecer cerca de 20 minutos dentro do Bazar. É neste período de tempo que cada comprador deverá escolher as mercadorias que lhe interessarem. Ele ressalta ainda que será permitida a compra máxima de mil reais por CPF. Ou seja, cada pessoa terá o direito de levar até mil reais em mercadorias, cujo pagamento será feito em dinheiro ou nos cartões de crédito e débito à vista nas seguintes bandeiras: Visa, Mastercard, Elo, Hiper, HiperCard e American Express.

O Bazar está sendo preparado com todo o carinho e com produtos de alta qualidade que estarão à venda bem abaixo do valor de mercado. 

“Temos muita confecção, lingerie, pantufas, meias, patinete, patins, som de carro e etc.”, informou Cruz. 

De acordo com o diretor da APAE de Luís Correia, Antônio Flávio, todo o valor arrecadado será dividido entre as duas entidades e serão.

“Esta é a segunda vez que APAE recebe doação da Receita Federal e a Funaci está sendo contemplada pela quarta vez. Quando a Receita faz a doação, previamente a instituição já havia enviado a solicitação por meio de projetos que são analisados e posteriormente aprovados. Passamos por um processo e avaliação bem criteriosos e ficamos felizes porque as instituições foram aprovadas”, disse. 

A iniciativa conta com o apoio da Federação das Indústrias do Piauí (FIEPI), por meio do presidente Antonio Jose de Moraes Souza Filho, que disponibilizou toda a estrutura da unidade para as adequações que viabilizassem o sucesso do Bazar Solidário. Segundo a coordenação do evento, a localização e a área de acesso das pessoas são fatores indispensáveis para que tudo aconteça dentro do previsto. Durante toda a semana o Bazar Solidário terá início às 8h com término às 17h.

Zé Filho, presidente da FIEPI

nossas redes sociais