PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

Piripiri, Campo Maior e Teresina na rota de nuvens de temporal

De acordo com o climatologista Werton Costa, este alinhamento nasce no litoral do Ceará, passando pelo Piauí até a cidade de Parnarama-MA, em um percurso de mais de 400 km

Por Wesslley Sales
06/04/2019, às 17:04 - Atualizado em 06/04/2019, às 17:04

Piripiri, Campo Maior e Teresina estão na rota de nuvens de temporal. De acordo com o climatologista Werton Costa, este alinhamento nasce no litoral do Ceará, passando pelo Piauí até a cidade de Parnarama-MA, em um percurso de mais de 400 km.

“Teresina estava no extremo sul desta formação que chamamos de linha de instabilidade. Essas nuvens de temporal se alinham em um sentido. É uma linha extremamente extensa que vai do litoral cearense até a região do Vale do Médio Parnaíba, onde temos núcleos de chuva próximos a Piripiri, Campo Maio, Teresina e Parnarama”, afirma o climatologista.

De olho em satélites norte-americanos, Werton Costa avalia que o final de semana no Piauí é de temporais no Norte e Centro Norte do Estado. Sobre a quantidade de chuvas, a previsão é de que passe dos 30 milímetros. Existe ainda a possibilidade desta linha de instabilidade continuar se movendo e dispersar no decorrer do dia.

“Estas nuvens se movimentam e existe uma tendência de que ela siga para o Norte. Se isso acontecer não chove mais em Teresina e nem na calha do rio Poti, que afeta a capital. Por enquanto não há núcleos ativas chovendo no Alto Poti, que alimentaria o rio provocando mais riscos de inundações. O sistema está estável. As nuvens despejaram a maior parte das chuvas na região cearense e estão se desmanchando progressivamente, muito embora não exclua possibilidade chuvas fortes, mas reduz seus efeitos”, concluiu.

Imagens de satélites americanos

nossas redes sociais