Universidade Aberta do Piauí chega a 60 municípios

A aula inaugural ocorreu no prédio do Canal Educação, onde num primeiro momento houve uma roda de conversa com os entes que são parceiros da UESPI e do Governo Estadual no projeto

Por Redação
04/11/2017, às 23:39 - Atualizado em 07/11/2017, às 00:52

A Universidade Estadual do Piauí teve na manhã deste sábado (04/11) um dia histórico para a instituição. Isso porque foi iniciado o curso de Administração a Distância, primeiro da Universidade Aberta do Piauí (UAPI), fundada nos moldes da Universidade Aberta do Brasil, mas inteiramente vinculada ao Governo Estadual. O curso está sendo levado a 60 municípios, buscando promover desenvolvimento a todos eles, e em breve, todos as 224 cidades do Piauí também poderão contar com cursos da UAPI, de acordo com intuito do governador Wellington Dias.

A aula inaugural ocorreu no prédio do Canal Educação, onde num primeiro momento houve uma roda de conversa com os entes que são parceiros da UESPI e do Governo Estadual na realização da UAPI, como o NEAD UESPI, a SEDUC, FAPEPI e a Coordenadoria de Educação por Mediação Tecnológica. A vice-reitora da UESPI ressaltou a importância do dia para a universidade. 

“É um momento histórico para o Piauí como um todo, não só no campo da educação como no do desenvolvimento. O governo e a UESPI, de forma ousada, propuseram essa iniciativa única no Brasil, que é o Governo do Estado e uma universidade parceira levarem educação a distância onde o Governo Federal ainda não conseguiu chegar”, destaca.

O projeto vem sendo estudado desde o início de 2016, de acordo com o diretor da Unidade de Ensino e Aprendizagem da Seduc, Ellen Gera. 

“É um projeto que vem sendo trabalhado desde então, construindo toda a sistemática, verificando toda a parte de infraestrutura. É uma verdadeira junção de forças para que a gente leve essa mensagem do governador que é a do ciclo completo da educação em cada município. Nesse momento 60 municípios que até então não contavam com nenhum curso superior passaram a ser cidades universitárias, e a visão é que em 2018 todas sejam”, afirmou Ellen Gera.

Aula inaugural da UAPI

A pró-reitora da PREG/UESPI, Ailma do Nascimento, também estava no evento e discursou relembrando o início da educação a distância na UESPI e todos os desafios que a modalidade conseguiu superar. 

“A UESPI há 11 anos entrava num consórcio com a UFPI para dar o primeiro passo na educação a distância. Naquela oportunidade eram apenas 500 alunos matriculados e hoje temos outra realidade, o mundo é outro e esses alunos do curso de Administração têm a felicidade de hoje ter uma malha curricular extremamente atualizada, cujo viés é o empreendedorismo, e certamente, irão mudar a realidade dos municípios por meio dessa oportunidade de formação superior”, disse Ailma do Nascimento.

TUTORES DOS 60 CURSOS PARTICIPARAM DA AULA INAUGURAL

Assim como ela, também discursaram na aula o coordenador pedagógico do NEAD, Vinicius Oliveira.

“Nós estamos tentando a oportunidade de fazer história, estamos levando ensino superior numa perspectiva diferenciada para os municípios e vamos trabalhar numa perspectiva de educação a distância que tem um pouco mais a nossa cara, e é isso que vai permitir levar o ensino para todo o estado do Piauí”, declarou Vinicius. 

A diretora adjunta do NEAD, Laura Torres, também falou sobre o projeto.

“Estamos expandindo para todos os municípios do estado uma educação de qualidade, primando a ética, o respeito, e o dinamismo. A UAPI é um projeto inovador, e levará educação de qualidade, gratuita, e transformadora para todos os cidadãos”, relatou Laura.

FAPEPI E COORDENADORIA DE MEDIAÇÃO TECNOLÓGICA

O presidente da FAPEPI, Francisco Guedes, detalhou como cada órgão participa da UAPI. 

“Considero a UAPI uma inovação fundamental pro desenvolvimento do estado, através de uma integração colaborativa entre a SEDUC, que estrutura os polos com as salas de aula, com laboratórios; a Coordenadoria de Mediação Tecnológica, que faz toda a parte tecnológica do ensino a distância; a UESPI, que coordena as aulas e faz realmente a universidade; e a FAPEPI, que faz o sistema de gestão das bolsas dos tutores e coordenadores. É com emoção e com alegria que a gente participa desse momento e dá nossa contribuição pro desenvolvimento do estado”, definiu.

O professor Mário Ângelo, da Coordenação de Mediação Tecnológica, também falou sobre a aula inaugural e a importância do projeto.

“É um momento que se refere, sobretudo, a uma determinação do nosso governador, que viabilizou a UAPI, essa Universidade Aberta do Piauí, uma referência hoje para o Brasil. Alguns estados já a têm como referência essa nossa experiência que se inicia agora. É também um momento importante para esses municípios, mas também será um marco para universalizar o ensino superior gratuito e de qualidade via a nossa UESPI”, finalizou Mário Ângelo, da Coordenação de Mediação Tecnológica.

nossas redes sociais