Zé Filho, W. Dias e empresários discutem Porto Seco

Na abertura da reunião Zé Filho elogiou a iniciativa dos empresários e disponibilidade do governador

Por Jânio Holanda
21/04/2019, às 13:26 - Atualizado em 21/04/2019, às 13:43

Empresários de vários segmentos produtivos do Estado estiveram reunidos na manhã desta terça-feira (9/04), na Federação das Indústrias do Estado do Piauí (FIEPI), com o governador Wellington Dias. Na pauta, a viabilização de soluções para o funcionamento do Porto Seco de Teresina.

A reunião foi uma iniciativa da FIEPI que, por intermédio de seu presidente Zé Filho, e do diretor de Assuntos Econômicos, Freitas Neto, fizeram a interlocução entre governo e um grupo de empresários interessados em viabilizar a obra.

Na abertura da reunião Zé Filho elogiou a iniciativa dos empresários e disponibilidade do governador e da sua equipe de governo em somar esforços para buscar alternativas para o Porto Seco de Teresina. Freitas Neto fez um breve relato sobre tratativas anteriores e as discussões e os caminhos já percorridos até o momento sobre o andamento do projeto.

“Na reunião foram apresentadas propostas claras e objetivas. A implantação do Porto Seco irá fomentar de forma grandiosa as nossas operações de importação e exportação, contribuindo para a diversificação da nossa pauta. A força dos empresários unidos nesse propósito é de fundamental importância”, ressaltou Freitas Neto.

Um dos temas principais discutidos no encontro, entre outros, foi à localização da sede da alfândega. Dentre elas, foi sugerida pelo empresário João Alves do Grupo Ferronorte, que defendeu a utilização de um galpão existente no pátio da Refesa. Outras alternativas também foram discutidas.

O empresário justificou que a ferrovia já proporciona o caminho para os portos mais próximos. 

“É uma região com grande potencial, com perspectivas de crescimento e muitas demandas”, frisou.

O presidente da FIEPI ressaltou a importância para o Comércio Exterior do Piauí.

“Hoje demos um importante passo para o Comércio Exterior do Piauí. Conseguimos colocar à mesa para elaboração de uma solução concreta para implantação de um Porto Seco, governo do Estado, Receita Federal e iniciativa privada”, afirmou o presidente da FIEPI, Zé Filho.

O Auditor Fiscal Carlos Eduardo Leite, chefe de Aduana da Receita Federal participou do encontro e explicou aos presentes, sobre leis e parâmetros adotados pelo órgão diante dos processos de exportação e importação.

Ao final da reunião, o governador Wellington Dias, parabenizou o presidente da FIEPI, Zé Filho, pela grandeza daquela iniciativa. 

“Colocamos-nos à disposição da FIEPI e dos empresários. Foi um encontro produtivo e, desde já apoiamos a proposta. Estou colocando às pastas relacionadas junto a este importante empreendimento à disposição da FIEPI e empresários para juntos tornar viável a viabilização do Porto Seco, que trará mais desenvolvimento ao nosso Estado”, disse Wellington Dias.

Participaram também da reunião o gerente do Centro Internacional de Negócios Islano Marques, os empresários Natanael Silva da Houston, Reginaldo Carvalho do Grupo Carvalho, Danilo Damásio do Grupo R. Damásio, Albuquerque Júnior da Hot Sat, José Luis Félix da Brasil Ceras, Juliana Moraes Souza ex-deputada estadual, Osmar Júnior, Secretário de Governo, Igor Neri da SEDET, Guilhermano Pires Secretário de Transporte, Raimundo Castro do Porto-PI e Viviane Moura Sup. de Parceria Público Privado.

Governador Wellington Dias com o presidente da FIEPI, Zé Filho

nossas redes sociais