Ex-servidor da Caixa Econômica é denunciado por crime no PI

A Policia Federal constatou que as contas abertas receberam quantias relativas a restituição de imposto de renda

09 de dezembro de 2021, às 12:00 | Luís Silva

Um ex-servidor da Caixa Econômica do município de José de Freitas, M. R. M. P., é acusado de abrir 11 contas bancarias fraudulentas, usando documentos falsos. De acordo com informações colhidas pelo Portal Realidade em Foco, o prejuízo causado a união chega aos 129.810,14, (Cento e vinte mil, oitocentos e dez reais e quatorze centavos).

Segundo a polícia, usando documentação falsificada como o (RG, carteira de identidade e comprovante de endereço), a ação corrupta, tinha o objetivo de receber restituições indevidas relacionadas aos impostos de renda depositadas na agência local.

Por meio de uma investigação feita pela Policia Federal, foi constatado que as contas abertas receberam quantias relativas a restituição de imposto de renda indevidas, com indícios de fraude, segundo dados da Receita Federal.

Uma ação civil de improbidade administrativa foi ingressada pelo Ministério Público contra o ex-servidor. M. R. M. P., narrou ao órgão fiscalizador que agiu com o propósito de abrir contas ilícitas, usando a sua posição de Tesoureiro nos anos de 2013 e 2014.

Investigação feita pela Polícia Federal