Cães são mortos a bala em Teresina e PM é acusada; polícia nega

Segundo populares, Tempo e Preto foram mortos pelos policiais. Os cães estavam dentro da casa dos donos, que ficaram desolados

Por Ravi Marques
06/05/2020, às 12:22

Uma perseguição feita pelos policiais da Rone contra dois suspeitos de assalto terminou com dois cachorros mortos, no Bairro Matinha, Zona Norte de Teresina. O caso aconteceu na rua Amazonas. Segundo populares, Tempo e Preto foram mortos pelos policiais. Os cães estavam dentro da casa dos donos, que ficaram desolados.

Populares contaram que os suspeitos pularam vários muros das residências fugindo da polícia.

"Quando os policiais subiram no muro de uma casa viram os cachorros. O dono disse que ia prender os cães, mas só ouvimos os tiros. Os dois cachorros foram baleados e mortos por um policial que estava em cima do muro. Não tinha necessidade matar os animais. Eles viviam há dez anos com uma família que está triste", disse uma testemunha.

Um dos suspeitos, identificado como "Pequi", foi capturado e levado preso para a Central de Flagrantes.

Em nota, a Polícia Militar do Piauí informou que os cães não foram mortos pela PM, mas pelos suspeitos que atiraram contra os policiais e contra os animais.

Vários cachorros mortos

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA

A Polícia Militar do Estado do Piauí informa que na tarde de ontem (05), no bairro Matinha, Zona Norte da Capital, equipes do Batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especial, realizaram a prisão de um indivíduo que estava de posse de um colete balístico da instituição. A PM-PI comunica ainda, que a informação de que cães foram atingidos pelos policiais no momento da ação é improcedente, pois os disparos efetuados foram realizados pelo indivíduo de alcunha "piqui", que já possui diversas prisões efetuadas.

Teresina, 06 de maio  de 2020.

Elza Rodrigues Ferreira - Ten-Cel PM Diretora de Comunicação Social da PM-PI.

nossas redes sociais