Casa de Detenção de Altos: Presos ameaçam greve de fome

Em nota, a Secretaria de Justiça do Piauí disse que não recebeu nenhuma denúncia de maus tratos e que vai averiguar o assunto

Por Ravi Marques
23/08/2019, às 10:00

Maus tratos e má qualidade na alimentação. Essas são as principais reclamações dos presos da Casa de Detenção Provisória de Altos, que resolveram denunciar o caso aos familiares, que logo depois divulgaram a denúncia a imprensa. Por causa disso, os presos ameaçaram iniciar uma greve de fome a partir desta quinta-feira (22/08) como forma de protesto.

Familiares dos detentos foram até a frente do presídio e falaram que os presos estão doentes, com problemas de pele e recebendo alimentação quase crua e de péssima qualidade. Algumas mães informaram ainda que os filhos são maltratados com violência física, spray de pimenta e chegam a ficar na triagem por 30 dias sem poder trocar de roupa.

Um abaixo-assinado deve ser feito pelas mães dos detentos, além de um relatório informando o que possivelmente está acontecendo dentro da Casa de Detenção de Altos. O relatório deve ser entregue a Comissão de Direitos Humanos da OAB-PI. A presidente da comissão, Conceição Carcará, informou que já recebeu a denúncia e vai se reunir com as mães para resolver o problema.

Em nota, a Secretaria de Justiça do Piauí disse que não recebeu nenhuma denúncia de maus tratos na Casa de Detenção Provisória de Altos e informou ainda que a unidade penal possui atendimento da equipe da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional (PNAISP), bem como cozinheiras profissionais e nutricionista para o acompanhamento das refeições feitas e servidas aos reeducandos.

Casa de Detenção de Altos / Foto: 180 Graus

nossas redes sociais