Ex-prefeito piauiense é preso no Pará acusado de triplo homicídio

O triplo homicídio, que ele é acusado de ser o autor, aconteceu na praça da cidade piauiense no ano de 1994

19 de junho de 2020, às 17:30 | Ravi Marques

Depois de 26 anos aos crimes, o principal acusado foi preso. O ex-prefeito da cidade de Flores do Piauí, Máximo Ribeiro de Sá, foi encontrado pela Polícia Civil na cidade de Jacareacanga, no Pará. O triplo homicídio que ele é acusado de ser o autor aconteceu na cidade piauiense no ano de 1994. A prisão do ex-prefeito foi realizada pela polícia do Pará após informações da Polícia Civil do Piauí.

As vítimas do triplo homicídio são os irmãos Yure Gargarim de Oliveira Rêgo, 23 anos, e José Vasconcelos Oliveira Rêgo, 22 anos, além do tio deles, Carlos Marcelo Vieira de Oliveira, 24 anos. 

Segundo as investigações, a confusão começou em um bar de Flores do Piauí, no dia 23 de janeiro de 1994. Marcelo estava no bar e discutiu com o ex-gestor. Marcelo foi embora e quando chegou na praça do município Máximo Ribeiro sacou a arma e atirou no rapaz. Os irmãos Yure e José foram ajudar o tio mas acabaram sendo baleados também.

O ex-prefeito estava foragido desde agosto de 2017, quando foi expedido o mandado de prisão. O ex-vereador Sonaldo da Costa Moura foi preso na última segunda-feira (15/06) após se apresentar na delegacia da cidade de Itaueira.

Ex-prefeito Máximo Ribeiro de Sá


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS