Jovem desaparecida é achada em União e relata sofrer abuso sexual

Segundo o capitão Luz, comandante do Batalhão da PM de União, a jovem foi vista chorando quando a guarnição foi acionada

Por Ravi Marques
07/11/2019, às 08:00

Após ser vista chorando em uma praça da cidade de União, região metropolitana de Teresina, Giovanna Gabriely Belém Oliveira foi levada para o alojamento feminino do Batalhão da Polícia Militar do município no início da noite desta quarta-feira (06/11). A adolescente de 17 anos tinha sumido no domingo (03/11), na Zona Sul de Teresina.

Segundo o capitão Luz, comandante do Batalhão da PM de União, a jovem foi vista chorando quando a guarnição foi acionada.

"A foto dela foi muito divulgada na imprensa e redes sociais, e dessa forma a população viu ela chorando em uma praça e ligou para a polícia avisando que a garota desaparecida estava nesse local indicado. Fomos até lá, confirmamos. A menina está abalada, chorando e levamos ela para o alojamento feminino do nosso Batalhão", disse o capitão Luz.

Segundo a polícia, Giovanna teria dito que vinha sofrendo abusos sexuais e por isso fugiu.

"A garota falou que estava sofrendo violência sexual. Nós vamos ter que apurar isso, se é verdade ou não. Vamos levar a menina para Teresina para exames para comprovar o que ela disse sobre os abusos. Como ela foi achada em União, o depoimento dela vai acontecer aqui e depois vai para a capital para fazer os exames", falou o capitão.

O Conselho Tutelar acompanha o caso. O delgado da cidade deve ouvir Giovanna nesta quinta-feira (07/11).

A adolescente havia desaparecido no dia 03 deste mês quando saiu de uma faculdade particular, no Bairro São Pedro, Zona Sul de Teresina, por volta das 16h40. Desde então a família a procurava e pedia ajuda pelas redes sociais e imprensa. O caso foi amplamente divulgado.

Giovanna Gabriely Belém Oliveira

nossas redes sociais