PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

Mulher acusada de matar filhos recém-nascidos é presa no PI

De acordo com o que Hildelene comentou com alguns familiares, ela teria sofrido um aborto espontâneo

Por Redação
08/11/2018, às 11:11 - Atualizado em 10/11/2018, às 13:11

Nesta quarta-feira (07/11), um fato chocou a população do Médio Parnaíba. Uma mulher identificada como Hildelene de Sousa Lima, de 26 anos, teria jogado dois filhos, recém-nascido no mato para ocultara gravidez.

Hildelene foi presa ainda no hospital da cidade de Demerval Lobão onde foi atendida quando o caso veio a público.

No momento da prisão os presentes xingaram a mulher que agora deve aguardar o julgamento.

O FATO

Relatos de populares dão conta de que Hildelene negava a gravidez e que para ocultar a barriga usava duas cintas, até que na noite da última terça-feira (06/11), a mãe de Hildelene percebeu uma movimentação estranha da filha ao adentrar no mato. Ao voltar pra casa, Hildelene teria ido direto para o banheiro. Tendo certeza que havia algo de errado com filha, a mãe resolver observá-la no banheiro e viu ela estava toda ensanguentada.

Ao ver o sangue, a mãe pediu que outro filho fosse até o matagal que a filha tinha adentrado para procurar alguma coisa e, para surpresa de todos, um casal de gêmeos foi encontrado enrolados numa toalha.

VERSÃO DE HILDELENE

De acordo com o que Hildelene comentou com familiares, ela teria sofrido um aborto espontâneo. Entretanto, como ela sempre negou que estivesse grávida, familiares desconfiam que ela teve um parto natural, e para manter a mentira de que não estava grávida, resolveu matar as crianças e planejado voltar para enterrá-las depois.

Hildelene e sua mãe, que descobriu o caso, estão internadas no Hospital da cidade de Demerval Lobão, os fetos foram recolhidos pelo IML onde passam por perícia.

Hildelene de Sousa Lima, de 26 anos

Com informações do Portal Tribuna 316.

nossas redes sociais

vídeos mais vistos