Pai de detento é informado da morte do filho por presos no PI

A Secretaria de Justiça informou que o homicídio é investigado e essa é a sexta morte violenta no sistema prisional

Por Ravi Marques
22/07/2019, às 17:00

Ao ser encontrado no último sábado (20/07) a Polícia Civil foi acionada e agentes do Instituto Médico Legal (IML) foram até a Penitenciária José Ribamar Leite, antiga Casa de Custódia, recolher o corpo de Neurivan Alves Loiola Filho.

"O preso estava dentro de um tambor de lixo, em situação degradante. muito triste mesmo. Isso foi no pátio do Pavilhão C, disse Zé Roberto, vice-presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí.

A Secretaria de Justiça informou que o homicídio é investigado e essa é a sexta morte violenta no sistema prisional.

Neurivan foi preso no início de 2018 na cidade de Manoel Emídio, no sul do Piauí, acusado de homicídio qualificado e crime tentado contra um empresário e o primo dele durante uma festa carnavalesca em fevereiro do mesmo ano no Bairro Mafrense, na Zona Norte de Teresina.

Mayk Willian Pereira foi assassinado a tiros e Rodrigo Portela Rios ficou ferido. Neurivan teria chegado no local com um amigo disposto a executar o empresário. O motivo nunca foi esclarecido.

Em relação a morte do detento, ele só foi encontrado sem vida após o pai dele, um Policial Militar, ir ao presídio e informar aos agentes que recebeu uma ligação de presos avisando sobre a morte do filho.

"O sistema prisional só soube depois que pai foi ao presídio e informou aos agentes que tinha recebido uma ligação e falaram pra ele que o filho dele estava morto lá dentro. Não sabemos quem ligou, mas ele soube de fora. Aí o serviço de inteligência deve entrar em ação para descobrir quem fez essa ligação", falou o Zé Roberto.

Neurivan Alves Loiola Filho

nossas redes sociais