Pastor é preso acusado de estuprar 9 crianças em Landri Sales-PI

Hoje foi realizada a primeira fase operação Anjos da Guarda, que tem o intuito de coibir práticas criminosas relacionadas ao abuso e exploração sexual e infantil

Por Ravi Marques
18/05/2020, às 17:00

A polícia, por ordem judicial, prendeu um pastor evangélico que atuava na cidade de Landri Sales, sul do Piauí. O homem foi preso em Teresina, enquanto trabalhava como mototaxista. Segundo a polícia, o pastor desconfiou das investigações e se mudou para a capital do Piauí. Segundo a denúncia, que partiu do Conselho Tutelar, o pastor abusou e importou sexualmente pelo menos nove crianças e adolescentes com idades entre 9 e 17 anos. A prisão é fruto da operação Anjos da Guarda, desencadeada nesta segunda-feira (18/05), pela Polícia Civil da cidade de Guadalupe.

"As vítimas estavam com um comportamento diferente. Estressadas, rebeldes. Isso gerou uma desconfiança dos pais dessas vítimas. Sabendo depois do que estava acontecendo, esses pais procuraram o Conselho Tutelar, que por sua vez nos acionou e começamos a investigar. Soubemos que ele usava a igreja para se aproximar das famílias e das vítimas. Ganhava confiança.  Tinha trânsito livre em qualquer lugar que ia", disse o delegado Moisés Linhares.

O pastor deve passar por audiência de custódia e depois encaminhado à uma unidade prisional. A operação foi desencadeada no dia 18 de maio porque a data é alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Abuso à Exploração Sexual contra crianças e adolescentes e marca também os 20 anos da Lei Federal 9.970/2000, que instituiu como crime a violência sexual contra crianças e adolescentes.

Hoje foi realizada a primeira fase operação Anjos da Guarda, que tem o intuito de coibir práticas criminosas relacionadas ao abuso e exploração sexual e infantil, tentativas de feminicídio, homicídio e crimes relacionados a violência doméstica e familiar contra a mulher nas cidades que compõem a regional.

Acusado foi preso em Terssina / Foto: Portal GP1

nossas redes sociais