Polícia encontra 300 quilos de cocaína em carga de mel do Piauí

Sitonho Leopoldino, produtor e diretor geral da Casa Apis disse que o contêiner foi violado no Ceará. Ele informou que está com a consciência limpa e tranquila

Por Ravi Marques
19/08/2019, às 16:40

Cerca de 330 quilos de cocaína foram encontrados no Ceará, em meio a uma carga de mel orgânico, produzido no Piauí. A droga foi encontrada no Porto de Pecém pela Receita Federal e está avaliada em R$ 49 milhões. O mel foi produzido pela Central de Cooperativas Apícolas do Semi-Árido (Casa Apis), na cidade de Picos, sul piauiense, e tinha como destino uma ONG da Bélgica. A carga está avaliada em R$ 200 mil.

Sitonho Leopoldino, produtor e diretor geral da Casa Apis disse que o contêiner foi violado no Ceará. Ele informou que está com a consciência limpa e tranquila. Ele informou ainda que a Casa Apis segue todas as normas de segurança e que o contêiner foi lacrado por fiscais do Ministério da Agricultura, como manda a legislação, e que todo o processo foi auditado e filmado.

O diretor da Casa Apis tem o receio de que o contrato seja cancelado pelo cliente europeu, já que o produto não vai chegar na Bélgica na data prevista, e que a imagem da cooperativa fique prejudicada.

A Casa Apis produz mel há 14 anos e começou a exportar em 2009. Essa seria a primeira vez que um contêiner da cooperativa havia sido violado.

Funcionários da Receita Federal junto a mochilas onde a cocaína foi encontrada

nossas redes sociais