PORTAL DOUGLASCORDEIRO.COM

Polícia prende acusados de mortes, furtos e roubos em Teresina

Foram presos Tiago Teixeira da Silva, o Girita; Jhones Rodrigues Teixeira, Francisco Leonardo Pereira da Silva e Benerval de Sousa e Silva, conhecido como Bena

Por Douglas Cordeiro
04/12/2018, às 11:12

Quatro pessoas acusadas de latrocínios, furtos e roubos foram presas pela Polícia Civil na manhã de hoje (04/12) em Teresina na segunda fase da Operação Patrimonium.

A Operação foi deflagrada por policiais do 22º DP, zona norte de Teresina. Foram presos Tiago Teixeira da Silva, o Girita; Jhones Rodrigues Teixeira, Francisco Leonardo Pereira da Silva e Benerval de Sousa e Silva, conhecido como Bena.

Bena é fugitivo da penitenciária de Esperantina e já tem condenações que chegam a quase 50 anos. Contra ele tem ainda um crime de latrocínio, em que chegou a queimar o corpo da vítima na cidade de Morro do Chapéu.

OS OUTROS PRESOS

Francisco Leandro Pereira da Silva preso preventivamente após ser identificado em ocorrência de roubo na Boa Hora que ocorreu em de outubro. Nesta ocasião lesionou a golpes de faca uma dona de casa que teve seus filhos ameaçados de morte durante a ação criminosa e teve dinheiro, celular e outros bens roubados. Leandro foi preso em José de Freitas local onde estava escondido desde o dia do crime;

Thiago Teixeira da Silva, vulgo Girita preso no dia 16 de novembro com arma de fogo e, após ser conduzido à Central, liberado mediante pagamento de fiança. Ocorre que Grita estava sob livramento condicional em função de condenações que somam 8 anos de prisão e por conta da sua prisão com arma de fogo solicitamos ao Juiz da Execução Penal, Dr José Vidal, que, com parecer favorável do Dr. Elói Portela, decretou a revogação do benefício de Girita e retorno dele à prisão. Ressalta-se que Girita tem envolvimento com gangues que atuam no Monte Verde;

Jhones Rodrgues Teixeira preso preventivamente após ser identificado em furto ocorrido em um sítio situado no Aves Verdes onde nossa equipe de investigação realizou trabalho investigativo em que se apreendeu os bens furtados e se conseguiu demostrar que Jhones, auxiliado por sua namorada menor de idade, cometeu o crime aqui citado, bem como outros crimes na região do Aves Verdes.

Presos na Operação Patrimoniun

nossas redes sociais

vídeos mais vistos