Polícia prende homens acusados de tentativa de feminicídio

Em ambos os casos os agressores fugiram prometendo matar suas vítimas mas foram presos pelo Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa

Por Plínio Castelo
13/03/2019, às 17:10

Duas mulheres. Em comum o ódio de seus companheiros e serem sobreviventes após terem armas apontadas para suas cabeças. Hoje (13/03) a Policia Civil deflagrou a Operação Vênus para cumprir mandado de prisão contra os acusados destas tentativas de feminicÍdio.

Alisson Marley Santos Sousa covardemente entrou na casa de Genice Pereira da Silva em fevereiro deste ano. Ele colocou o revólver na cabeça da vítima  e disparou três vezes, mas a arma "bateu catolé". Foi então que passou a agredir a mulher a coronhadas até ser parado por familiares.

Keurilane de Nascimento, literalmente nasceu de novo após a bala disparada por Josemias de Araújo Silva atingir suas costas de raspão. O crime aconteceu na casa da vítima, em frente a seus familiares em janeiro de 2019.

Em ambos os casos os agressores fugiram prometendo matar suas vítimas. Mas, acabaram presos durante a Operação Vênus coordenada pelo DHPP e execução do Núcleo de Investigação Policial de Feminicídio.

Um dos presos na Operação Vênus

nossas redes sociais