Preso acusado de participar da explosão de bancos em Campo Maior

Segundo a Secretaria de Segurança, estavam foragidos Marcelo Pimentel Cunha Nery, vulgo Marcelo Negão, e um outro suspeito identificado como "Mineiro"

Por Plínio Castelo
15/06/2019, às 09:30

A Polícia Federal prendeu mais um integrante da quadrilha responsável pela explosão de duas agências bancárias em Campo Maior no dia 30 de abril de 2019.

O preso, segundo as investigações, era responsável pela estrutura logística necessária à prática dos roubos e à fuga dos assaltantes. A identidade do preso não foi revelada.

Segundo a Secretaria de Segurança, estavam foragidos Marcelo Pimentel Cunha Nery, vulgo Marcelo Negão, e um outro suspeito identificado como "Mineiro".

NOTA DA POLÍCIA FEDERAL

Teresina/PI: Na manhã de hoje (14/06), a Polícia Federal deu cumprimento a mandados de prisão preventiva e busca e apreensão expedidos pela Justiça Federal, referentes a inquérito instaurado para investigar roubo a agências bancárias do município de Campo Maior/PI ocorridos em 30 de abril de 2019.

Foi cumprido um mandado de busca e apreensão no bairro Jacinta Andrade, em Teresina e um mandado de prisão preventiva. O preso integrava a organização criminosa e era responsável pela estrutura logística necessária à prática dos roubos e à fuga dos assaltantes. 

Polícia Federal no Piauí / Foto: G1

nossas redes sociais