Presos fogem de presídio no PI; um é acusado de matar professor

De acordo com a Secretaria de Justiça, os presos cavaram o buraco, foram para a área externa e em seguida pularam o muro da unidade

Por Ravi Marques
24/03/2020, às 11:03

Sete detentos da Penitenciária Irmão Guido, na região do Bairro Eduardo Costa, Zona Sul de Teresina, conseguiram fugir por um buraco na parte superior do Pavilhão C. Em seguida eles pularam o muro da unidade. O caso aconteceu na tarde desta segunda-feira (23/03).

De acordo com a Secretaria de Justiça (SEJUS), os presos cavaram o buraco, foram para a área externa e em seguida pularam o muro da unidade. Os presos foram identificados como Luís Henrique Leite de Araújo, Tárcio Sales da Silva, Yure de Araújo Oliveira, Antônio Marcos da Silva, Ezequiel da Silva Oliveira, Francisco Gardel Costa de Araújo e Carlos Batista Dias Sousa.

Em relação ao Carlos, detento que fugiu, ele foi preso acusado de participar da morte do professor Reginaldo Gonçalves Moura, conhecido como Dará. O crime aconteceu às margens da BR-316 em setembro de 2018, na cidade de Inhuma, a 258 quilômetros ao sul de Teresina. A vítima teve o carro roubado e antes de fugirem, os bandidos cortaram a garganta do professor.

A SEJUS informou que agentes realizam buscas na região para localizar os presos que fugiram.

Local da fuga

nossas redes sociais