Presos usam barras de ferro em motim no Presídio Irmão Guido-PI

Os presos conseguiram arrancar estruturas de ferro das celas e as afiaram para serem usadas como armas contra agentes e policiais

21 de junho de 2020, às 14:02 | Ravi Marques

Detentos dos pavilhões B e C da Penitenciária Irmão Guido, Zona Sul de Teresina, iniciaram um princípio de motim na manhã deste domingo (21/06). Os presos conseguiram arrancar estruturas de ferro das celas e as afiaram para serem usadas como armas contra agentes e policiais, que foram vistos no telhado da unidade prisional. Ainda não há informações sobre o motivo do motim e se alguém ficou ferido.

Corpo de Bombeiros e Polícia Federal foram chamados para ajudar a controlar o motim, que teria começado por volta das 10h00 e terminado ao meio-dia. Equipes policiais ainda estão no local.

Hoje temos sete policiais penais no plantão para custodiar aproximadamente 500 presos", denuncia o policial penal José Roberto, vice-preside do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Piauí.

O Sinpoljuspi denuncia ainda a precariedade da estrutura física do presídio. 

"Basta ver a facilidade como as estruturas de ferro foram retiradas. Os presos derrubam os ferros com muita facilidade", informou o vice-presidente.

Até o momento a Secretaria de Justiça não se manifestou sobre o assunto. O Sinpoljuspi confirmou que não houve mortes e fugas. A situação foi controlada.

O Motim foi controlado por volta do meio-dia


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS