Projeto do PSL para Robert Rios envolve disputa pelo Senado

O ex-deputado, porém, apresentou ao PSL a exigência de ser candidato a senador em 2022, ano em que se encerra o mandato do atual senador Elmano Férrer

Por Tarcio Cruz
20/06/2019, às 11:00 - Atualizado em 22/06/2019, às 21:32

O Partido do presidente Jair Bolsonaro oficializou na última semana o convite de filiação ao ex-deputado estadual Robert Rios. O delegado deve ser o âncora do partido para a disputa proporcional no próximo ano, Robert confirmou que será candidato a vereador em 2020. 

O ex-deputado, porém, apresentou ao PSL a exigência de ser candidato a senador em 2022, ano em que se encerra o mandato do atual senador Elmano Férrer. Robert provavelmente concorreria contra o próprio Elmano ou até mesmo o governador Wellington Dias, que encerra o segundo mandato e é visto pelo Partido dos Trabalhadores como um candidato ao Senado.

O presidente do PSL no Piauí, vereador Luís André, deu detalhes da reunião e do convite feito a Robert Rios. A expectativa é filiar o ex-deputado em agosto. 

“Tivemos uma conversa junto com o deputado Federal Felício Laterça, do Rio de Janeiro, que trabalhou aqui junto com o delegado Robert Rios, fizemos esse convite e ele pretende ser candidato a vereador. Conversamos com o vice-presidente nacional do PSL e vamos esperar o momento oportuno, vamos fazer um grande ato de filiação no dia 30 de agosto e quem sabe ele se filie ao partido. Ele pediu garantias e quer que o PSL dê a legenda para ele ser candidato a senador em 2022”, disse o vereador.

Vereador Luís André

nossas redes sociais