"Ele me xingou e por isso matei", disse acusado preso em Teresina

Na delegacia, Antônio Carlos Pereira de Sousa confessou autoria do assassinato. Vítima morreu enquanto trabalhava

Por Ravi Marques
12/06/2019, às 17:12

Foi preso nesta quarta-feira (12/06) Antônio Carlos Pereira de Sousa, por ordem judicial. O mandado de prisão preventiva foi cumprido pela equipe do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP). Antônio é acusado de assassinar o vendedor de lanches Antônio da Costa e Silva Neto, no dia 26 de maio deste ano.

O crime aconteceu na frente da casa da vítima enquanto ela vendia bombons, no Bairro Extrema, Zona Sudeste de Teresina. Antônio foi assassinado com golpes de machado na cabeça.

Na delegacia, o acusado confessou a autoria do crime e disse que matou o vendedor após uma briga entre eles.

"O Antônio era vizinho da vítima. Ele disse que matou o homem após uma discussão e alegou que é usuário de crack, e que no momento do fato estava sob efeito da droga. Ele disse que a vítima o xingou e por isso matou o rapaz", disse o delegado Jarbas Lima, do DHPP.

Antônio estava foragido desde o dia do crime. Ele será indiciado por homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima.

Antônio Carlos Pereira de Sousa será indiciado por homicídio duplamente qualificado por motivo fútil e impossibilidade de defesa da vítima.

Antônio Carlos Pereira de Sousa

nossas redes sociais