Suspeitos de divulgar mensagens foram a delegacia de Teresina

De acordo com o advogado da escola, Jorge Wellisson, a direção acompanhava as ameças desde que um boletim de ocorrência foi registrado

Por Plínio Castelo
20/09/2019, às 12:00

Os três alunos suspeitos de compartilharem mensagens ameaçando realizar um massacre em uma escola particular de Teresina prestaram depoimento na Delegacia do Menor Infrator.

Eles são da 8ª série do Ensino Fundamental 2 e alunos antigos da escola. Um dos proprietários do colégio informou que dois alunos foram expulsos por indisciplina e o outro ainda estuda no colégio.

De acordo com o advogado da escola, Jorge Wellisson, a direção acompanhava as ameças desde que um boletim de ocorrência foi registrado e que a polícia quer descobrir, através dos depoimentos, a verdade sobre as mensagens. Segundo ele, o fato não pode ficar isolado, o colégio está em pânico e trazer essas pessoas à responsabilidade.

Os alunos chegaram à delegacia acompanhados pelos pais.

Complexo da Cidadania / Foto: Portal GP1

nossas redes sociais