Traficante avisa presença da policia pelo whatsapp em Teresina

O acusado enviou mensagens para outros supostos traficantes da região e orientou eles a esconder a droga porque a polícia estava na área

Por Ravi Marques
24/08/2019, às 10:00

Um homem identificado como Caio Gabriel Aguiar de Sousa, 18 anos, foi preso na praça do Bambu, Bairro Dirceu Arcoverde II, Zona Sudeste de Teresina, pela equipe da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE). O jovem é acusado de tráfico de drogas e associação ao tráfico. Ele foi preso durante a operação Bambu II.

A primeira fase da Operação Bambu aconteceu no dia 5 de julho e Caio era um dos alvos da polícia. Na casa dele foram encontradas maconha, skank (Supermaconha), crack e cocaína, mas ele não foi preso na época porque um primo, identificado como Wilberson Vieira de Sousa, 30 anos, assumiu ser o dono da droga e acabou sendo preso em flagrante. Mas Caio foi preso pelo tráfico de drogas.

No dia que a primeira fase da Operação Bambu foi deflagrada o Caio conseguiu enviar mensagens via Whatsapp para outros supostos traficantes da região e orientou eles a esconder a droga porque a polícia estava na área.

"A gente tinha seis mandados de busca e apreensão para cumprir, mas o Caio mandou mensagens em grupos de Whatsapp para os traficantes se livrarem da droga para não acontecer o flagrante. Os mandados eram para possíveis traficantes que estão sendo investigados. Conseguimos prints das conversas e algumas delas tinha a mensagem 'que a Depre está batendo aqui em casa' e com isso os flagrantes foram prejudicados", disse o coordenador da Depre, delegado Cadena Júnior.

Segundo o delegado Cadena, Caio é traficante na região do Grande Dirceu. Durante a operação de hoje a polícia conseguiu cumprir outros dois mandados de busca e apreensão.

Delegado Cadena Júnior / Foto: Portal GP1

nossas redes sociais