Bandidos invadem festa clandestina e matam duas pessoas em Timon-MA

Segundo a polícia, pelo menos 40 pessoas estavam no sítio, em uma festa de encontro de paredões, quando os criminosos invadiram o local

02 de agosto de 2020, às 09:00 | Ravi Marques

Pelo menos quatro pessoas foram baleados em chacina em um bar do Povoado Piranhas, na cidade de Timon (MA). Duas delas morreram após serem atingidas por disparos de arma de fogo. Os mortos foram identificados como Eduardo Valadão e Camila Gabriela Lopes, e não se conheciam. Os dois estavam sentados em mesas diferentes. A mulher era auxiliar administrativa da Penitenciária de Timon.

Segundo a polícia, pelo menos 40 pessoas estavam no sítio, em uma festa de encontro de paredões, quando oito criminosos encapuzados e armados invadiram o local em um carro de cor branca. As pessoas acreditavam se tratar de um assalto. Um rapaz tentou fugir indo em direção ao carro dele, foi aí que os bandidos resolveram atirar.

Testemunhas contaram que foram ouvidos mais de 70 disparos de arma de fogo. No local a polícia encontrou cápsulas de pistola calibre 380 e ponto 40. Outros dois homens, identificados como Mário e Rodrigo, pularam no rio e nadaram até atravessar para o Bairro São Joaquim, no lado Teresina. Não há informações se eles foram baleados.

Segundo o HUT, Rodrigo foi baleado três vezes na barriga e precisou retirar o baço. Já Márcio foi baleado três vezes. Os tiros acertaram a perna, o tórax e ombro. A Polícia Civil investiga a chacina e tenta localizar os suspeitos.

Camila Lopes e Eduardo Valadão


Coluna Passando a Régua

REDES SOCIAIS