Após deixar o comando do PTB, Paes Landim sairá do partido

O parlamentar piauiense deixou o comando da sigla após o retorno do ex-senador João Vicente Claudino

Por Tarcio Cruz
28/04/2019, às 12:30 - Atualizado em 28/04/2019, às 14:28

Após várias trocas de acusações públicas e a destituição do comando do PTB, o suplente de Deputado Federal Paes Landim anunciou que está fora do partido. O parlamentar deixou o comando da sigla após o retorno do ex-senador João Vicente Claudino. 

Acusado de ser o responsável pelo “encolhimento” da legenda no Piauí, Paes Landim está muito próximo de se filiar ao MDB. 

Segundo suplente na coligação governista, o político deve assumir uma cadeira na Câmara Federal após a votação da reforma previdenciária, quanto o primeiro suplente, Merlong Solano (PT), volta a assumir uma vaga na equipe do governador Wellington Dias.

“A permanência no PTB está descartada, talvez faltou consideração do PTB com a minha história, mas política é isso mesmo. Evidentemente que eu não tenho nada contra ele (João Vicente Claudino), mas pessoas ligadas a ele eu sou contra”, disse Landim.

Paes Landim ainda revelou que dialoga com amigos e familiares para definir se vai mesmo para o MDB. 

“Eu não posso dizer quando vou assumir, só o governador sabe. Há uma possibilidade de ir para o MDB, me dou bem com todo o MDB. O Marcelo Castro é meu parente e temos raízes familiares antigas. Tenho um bom relacionamento com o Themístocles, estou consultando alguns amigos”, concluiu.

Paes Landim

nossas redes sociais