Após onda de notícias falsas vereadores fazem reunião e vão a Justiça

Após a plenária uma reunião a portas fechadas definiu que o legislativo deve acionar a justiça para investigar e punir os responsáveis pela produção das peças

Por Tarcio Cruz
12/02/2020, às 17:08 - Atualizado em 13/02/2020, às 02:03

A Câmara Municipal de Teresina se mobilizou nesta quarta após uma serie de denúncias de notícias falsas e montagens contra os parlamentares circularem pelas redes sociais. A vítima mais recente, o vereador Neto do Angelim (DC) teve o nome associado a um vídeo de autoria falsa neste final de semana e cobrou uma postura mais enérgica da casa. Após a plenária uma reunião a portas fechadas definiu que o legislativo deve acionar a justiça para investigar e punir os responsáveis pela produção das peças.

O próprio Neto do Angelim explicou o caso e esclareceu que o vídeo que circula por grupos de mensagem e redes sociais é falso.

“A gente foi surpreendido por um vídeo associado a mim em que uma pessoa expulsa um possível vereador de um bairro, porém o vídeo não tem nada a ver comigo, não tem nenhuma característica física semelhante. O vídeo tem mais de 10 e é do interior do Maranhão. Isso desrespeita o parlamentar estamos pedindo a Câmara um ato forte da delegacia de crimes virtuais e da Secretaria de Segurança para coibir essas ações” lamentou o vereador.

Além de Neto do Angelim o Secretário de Esportes do município, Miguel Rosal, também foi vítima de um golpe na internet e chegou a ser ameaçado de morte por pessoas que foram lesadas.

Vereador de Teresina, Neto do Angelim

nossas redes sociais