Bolsonaro diz que Lula está livre por enquanto, mas com culpa

O Presidente disse que o país está avançando, mas que o processo é lento e voltou a pedir aos seguidores para não darem munição ao ex-presidente

Por Congresso em Foco
09/11/2019, às 18:02 - Atualizado em 10/11/2019, às 17:15

Após a soltura do ex-presidente Lula da prisão, o atual mandatário do Brasil, Jair Bolsonaro, demorou quase 12 horas para se manifestar em sua conta do Twitter, onde costuma ter uma intensa atuação. Na publicação, o presidente pediu aos seus seguidores para não darem "munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa".

Bolsonaro citou o ex-presidente em uma publicação com o vídeo de um discurso que ele fez nesta semana, no qual, ele diz que foi eleito graças ao trabalho do ex-juiz responsável pela condenação de Lula em primeira instância e hoje ministro do seu governo, Sergio Moro.

Em outra publicação, três minutos depois, o presidente Bolsonaro disse que o país está avançando, mas que o processo é lento e voltou a pedir aos seguidores para não darem munição ao ex-presidente. Lula havia dito em seu discurso após a soltura, que Bolsonaro estava destruindo o Brasil. 

"Iniciamos a poucos meses a nova fase de recuperação do Brasil e não é um processo rápido, mas avançamos com fatos. Não dê munição ao canalha, que momentaneamente está livre, mas carregado de culpa", disse Bolsonaro.

nossas redes sociais