Deputado Marden critica manutenção de Aécio no PSDB

Sobre a sucessão na capital, Marden cobrou democracia na indicação do nome que disputará a prefeitura em 2020

Por Tarcio Cruz
30/08/2019, às 11:52 - Atualizado em 30/08/2019, às 16:06

O deputado estadual Marden Menezes, ex-presidente do PSDB no Piauí, criticou em entrevista ao Portal Douglas Cordeiro a manutenção do deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) no partido. 

Aécio está sendo investigado na operação lava jato e conseguiu derrubar na última semana um pedido de expulsão da sigla. Marden foi duro ao avaliar a situação da legenda no campo nacional e criticou Aécio Neves. 

“A minha posição é de acordo com a posição do governador de São Paulo, eu acho que o PSDB perdeu uma oportunidade de dar um exemplo para o país. O partido deveria ter sido mais severo e duro com o ex-presidente Aécio Neves. Já não é mais para manter a presença do ex-presidente na Agremiação, o PSDB nesse ponto foi contrário ao que esperávamos que o partido fizesse”, declarou o deputado.

Sobre a sucessão na capital, Marden cobrou democracia na indicação do nome que disputará a prefeitura em 2020. 

“Eu creio que o PSDB de Teresina tem essa missão de ofertar e apresentar a população teresinense uma alternativa para a sucessão do prefeito Firmino Filho. Esse processo está sendo construído e todos terão a sua participação opinando. O caminho do partido é buscar união e fortalecimento”, concluiu o deputado tucano.

Deputado Estadual Marden Menezes

nossas redes sociais